FreteBras reduz em 67% o número de fraudes contra caminhoneiros

Divulgação

Investimento de R$ 30 milhões no programa Frete Seguro, lançado no ano passado, se mostrou eficaz no combate às fraudes que assolam o setor

Google News
Atenta a uma das principais preocupações do transporte rodoviário de cargas no Brasil, a FreteBras, maior plataforma online de transporte de cargas da América do Sul, anunciou neste mês, uma redução de 67% no volume de fraudes efetivas contra caminhoneiros que usam a plataforma, entre 2020 e 2021. O número expressivo é resultado do programa Frete Seguro.

Lançada em março de 2021, a iniciativa contou com um investimento de R$ 30 milhões no ano para englobar diferentes iniciativas de combate as fraudes no setor e levar mais segurança para os usuários da plataforma.  Dentre as ações, destaca-se, a triplicação do time de ouvidoria, canal oficial para que os caminhoneiros possam fazer denúncias e solicitar ajuda; criação de um novo time de prevenção à fraude, com especialistas com mais de 10 anos de experiência na área; lançamento de uma série de funcionalidades de segurança e desenvolvimento de novas campanhas educativas para ajudar os motoristas a rodar de maneira mais segura.


Carro-chefe do programa, o "Motor de Risco do Frete", um robô que avalia e valida milhares de fretes diariamente para identificar o seu risco, permitiu à FreteBras barrar grande parte das ações de fraudadores. Como resultado, as fraudes efetivas tiveram uma redução de 67%, passando de 273 casos, em 2020, para 90 em 2021, de um total de 8 milhões de fretes publicados na plataforma.

“É importante ressaltar que pouco mais de um terço dos casos de fraude efetiva (32,7%) não aconteceram de fato via FreteBras, mesmo que tenham sido apontadas num primeiro momento como ocorridas na nossa plataforma. Investimos muito em segurança e isso é percebido pelos caminhoneiros. Dos que sofreram algum tipo de fraude no decorrer do ano, 74% voltaram a buscar fretes através da FreteBras”, afirma Michael Bogajo, Head de Prevenção à Fraude da FreteBras.


Avaliação de mão dupla garante maior transparência no setor
Em 2021, a Fretebras também implementou a avaliação de mão dupla, ferramenta que permitiu que caminhoneiros e empresas se avaliassem após a conclusão de um frete. Além disso, os programas educativos lançados ao longo de todo o ano ajudaram a mostrar aos motoristas as atitudes mais seguras a se tomar na hora de negociar um frete.

“Desenvolvemos esses programas após realizar uma pesquisa, também em 2021, com 1.700 motoristas. O levantamento nos mostrou que 40% deles não adotam nenhuma medida de segurança na hora de fechar um frete. Isso reforçou a importância de usarmos a tecnologia como aliada para aumentar a segurança. Dessa forma, conseguimos de fato ajudar os caminhoneiros parceiros a rodarem de forma mais segura”, destaca Bogajo.


Regiões com menos fraudes
Os números oficiais da Fretebras também revelam uma redução significativa das fraudes em análises por região. Entre o primeiro e segundo semestre do ano passado (período de implantação do Motor de Risco de Frete), a maior redução nas fraudes efetivas ocorreu no Pará (-90%). Santa Catarina ficou em segundo lugar (-67%). Na terceira posição ficou São Paulo (-31%), estado que representa cerca de um quarto de todos os fretes cadastrados na plataforma da Fretebras.

Postar um comentário

0 Comentários