Bolsonaro "demite" mais um presidente da Petrobras

IVECO/Divulgação

Informação foi confirmada por um ofício do Ministério de Minas e Energia; troca de comando acontece em meio as fortes pressões, especialmente após os últimos aumentos expressivos nos preços dos combustíveis

Google News
O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), decidiu trocar mais uma vez o comando da Petrobras. O general Joaquim Silva e Luna deixará o cargo em meio as fortes pressões, especialmente após os últimos aumentos expressivos de preços colocados em prática pela estatal.

A troca do comando da petroleira foi confirmada nesta segunda-feira, 28 de março, pelo Ministério de Minas e Energia (MME). Por meio de um ofício enviado à Petrobras, a pasta informou que, em data futura, deliberará sobre a indicação de Adriano Pires de Andrade para a presidência da empresa.


Segundo o documento, a próxima assembleia geral ordinária - que deverá acontecer em 13 de abril - avaliará duas substituições para a eleição de membros do conselho administrativo.

Graduado em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mestrado em Planejamento Energético e doutorado em Economia Industrial pela Universidade Paris XIII, Adriano Pires já foi superintendente de Abastecimento e superintendente de Importação e Exportação de Petróleo da Agência Nacional do Petróleo. Ele deve substituir o atual presidente Joaquim Silva e Luna.

Com informações: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários