Fretebras Superior

Mercado de caminhões zero km recua 29% em janeiro

Brasdiesel/Divulgação

Apesar da retração registrada no primeiro mês de 2022, FENABRAVE confirma que foi o melhor mês de janeiro já registrado desde 2014

Google News
O mercado brasileiro de caminhões zero quilômetro encerrou o primeiro mês de 2022 registrando um recuo significativo no número de emplacamentos. Apesar retração, o período se consagra como o melhor já registrado desde 2014.

De acordo com o balanço oficial da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), 8.517 caminhões foram emplacados em todo o país ao longo do mês de janeiro, queda de 28,94% em relação ao mês de dezembro, quando 11.985 exemplares foram entregues. 

Já no acumulado do ano, ou seja, no comparativo com janeiro de 2021, quando 7.259 caminhões haviam sido emplacados, o mercado brasileiro registrou neste ano uma alta de 17,33%.


"Ainda existe espera por alguns modelos, mas, aos poucos, a demanda vai sendo atendida. Em dezembro de 2021, houve um grande volume de emplacamentos o que, se comparado a janeiro de 2022, resultará na retração que tivemos, de quase 29%. O resultado do primeiro mês de 2022 é o melhor, entre os meses de janeiro, desde 2014", afirma José Maurício Andreta Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Pesados em destaque
Assim como nos anos anteriores, o segmento de caminhões pesados segue na liderança do mercado brasileiro. De acordo com os dados da Fenabrave, somente no primeiro mês de 2022, a categoria foi responsável por 50,19% das vendas.

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários