Mercedes-Benz supera marca de 80.000 caminhões Accelo vendidos no Brasil

Mercedes-Benz/Divulgação

Presente há 19 anos no mercado brasileiro, 80.920 caminhões leves e médios da família Accelo foram emplacados no País

Google News
A Mercedes-Benz encerrou 2021 superando a expressiva marca de 80.000 caminhões Accelo vendidos no Brasil. Apresentado ao mercado em 2003, a linha já conta com 80.920 exemplares emplacados, considerando as versões leves e médias. 

De acordo com os números oficiais da marca, do volume total acumulado, 30.579 unidades são do Accelo 815, o “Mercedinho”, lançado em 2003 e sucessor de caminhões leves campeões de venda da Mercedes-Benz. O segundo modelo mais vendido é o Accelo 1016, apresentado em 2011, com 28.154 unidades emplacadas.

A trajetória de sucesso da família Accelo também contou com os modelos 715 e 915, sucedidos pelos atuais 815 e 1016. Atualmente, a linha também está presente no segmento de caminhões médios com o modelo 1316 6x2, lançado em 2015.

“Quando a Mercedes-Benz lançou o Accelo, há 19 anos, tinha um grande desafio: dar continuidade ao sucesso do caminhão 710, o queridinho do Brasil por qualidades como agilidade e robustez nas severas atividades da distribuição urbana e das curtas distâncias rodoviárias”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Desde sua chegada ao mercado, o Accelo já trouxe em seu DNA todas as características consagradas dos leves da marca, agregando mais força, tecnologia e um padrão ainda mais elevado de desempenho, economia, conforto e segurança”.


Um caminhão sempre à frente do seu tempo
No primeiro ano de lançamento, o Accelo já se destacou pela inovação ao apresentar ao mercado um conceito de cabine home office, com interior parecido ao de um carro. Destaque para vários porta-objetos, encosto reclinável tipo mesa, volante similar ao de um automóvel, coluna de direção regulável, cintos de segurança de 3 pontos, painel com computador de bordo e sistema de diagnose, vidros elétricos, espelho com regulagem elétrica, ar condicionado e cobertura de degraus.

“Ou seja, em 2003, o Accelo já nasceu com diversos itens que a concorrência apresenta hoje como grande novidade ou modernidade”, destaca Roberto Leoncini. “Outro destaque está no fato de que foi a primeira linha de caminhões leves a comercializar o câmbio automatizado. Por isso, esse caminhão da nossa marca está sempre à frente de seu tempo, cada vez mais atualizado para atender às necessidades do mercado e oferecer mais valor ao cliente. Isso também é resultado do compromisso: As estradas falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz”.

“A categoria de leves e médios é muito competitiva, com um universo bastante diversificado de clientes, desde aqueles que focam mais o preço do caminhão, como aqueles que fazem gestão de frota, olhando para preço e também custos operacionais, investindo em tecnologias que tragam mais economia, conforto e segurança”, prossegue Roberto Leoncini. “Nossa linha Accelo tem produtos para cada perfil de cliente, seja com modelos básicos ou mais completos, como o Accelo top de linha com câmbio automatizado, cabina estendida, banco do motorista pneumático, tanque auxiliar de 150 litros, ar condicionado, vidro e espelhos com acionamentos elétricos e vários outros itens”.

O Accelo também não deixa a desejar quando o assunto é segurança, graças a tecnologias como freio ABS, EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem nos eixos) e ASR (controle de tração das rodas), além do Top Brake, o exclusivo freio-motor da Mercedes-Benz.


Accelo entrega força e robustez no transporte e distribuição urbana
Atualmente a Linha Accelo é composta pelos modelos leves Accelo 815 (8.300 kg de PBT – peso bruto total) e Accelo 1016 (9.600 kg de PBT), além do médio Accelo 1316 6x2 (13.000 kg de PBT). Todos os exemplares são equipados com motor robusto do mercado, ideal para severas operações de distribuição urbana e circulação no interior dos bairros, além das curtas distâncias rodoviárias e rurais. Destaca-se ainda o atendimento às legislações de restrição de circulação, como o VUC (Veículo Urbano de Carga).

Com dimensões compactas, os caminhões Accelo são uma interessante opção para o trânsito intenso das grandes cidades em virtudade da agilidade e fácil manobrabilidade, mesmo em áreas internas de centrais de abastecimento, supermercados e centros de distribuição, otimizando assim as operações de carga e descarga. Outro grande destaque da linha, é a oferta das maiores plataformas de carga do seu segmento, característica fundamental para maximizar a produtividade e rentabilidade do cliente.

Os caminhões Mercedes-Benz Accelo também são reconhecidos pelo valor de revenda, atributo assegurado pelo alto desempenho operacional combinado com economia no consumo de combustível e baixo custo operacional para o frotista e o autônomo.

Mercedes-Benz/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários