Diesel registra novo aumento e já está 46% mais caro que em janeiro de 2021

IVECO/Divulgação

Preço do combustível encerrou primeiro mês do ano com alta acima de 2%; maiores preços seguem sendo encontrados no Norte do País, enquanto os menores figuram na Região Sul

Google News
O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), divulgado nesta semana, revela que tanto o diesel comum quanto o S-10, encerraram o mês de janeiro registrando alta, no comparativo com dezembro de 2021. Na média nacional, o combustível chegou ao fim do mês com o litro sendo vendido em média por R$ 5,770, alta de 2,81%, enquanto o tipo S-10 registrou acréscimo de 2,68%, com o valor de bomba passando de R$ 5,676 para R$ 5,828.

“Apesar da estabilidade nos preços registrada em dezembro, o valor do diesel já vinha numa crescente neste ano, especialmente nas Regiões Sul e Sudeste. A última análise do IPTL confirma esse cenário, com a constatação de altas em todas as Regiões brasileiras que, a exemplo do Sul, chegam a 3,74%, logo no fechamento do primeiro mês do ano, reflexo também dos últimos reajustes anunciados pela Petrobras. Se compararmos o valor atual desses combustíveis com a média de um ano atrás, que era de R$ 3,930 para o comum, e de R$ 3,988 para o tipo S-10, a diferença é  de mais de 46%”, destaca Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Segundo os dados do IPTL, a Região Norte segue liderando o ranking do diesel mais caro do País. O diesel comum fechou a R$ 5,999 e o S-10 a R$ 6,051, altas de 2,79% e 2,70%, respectivamente, comparado a dezembro.

Apesar de não ficaram entre os mais caros, os postos da Região Sudeste apresentaram alta de 3,47% no valor do diesel comum, passando de R$ 5,361 para R$ 5,547; e de 3,34% para o diesel S-10, saindo de R$ 5,452 para R$ 5,634.


Já na Região Sul, dois contrastes se destacaram no levantamento. Mesmo com altas de 3,68% no litro do diesel comum e de 3,74% para o S-10, as maiores variações do País, os combustíveis fecharam com médias de R$ 5,388 e R$ 5,443, respectivamente, sendo as médias mais baixas, repetindo o que foi registrado em dezembro de 2021.

Considerando cada estado separadamente, o Amazonas registrou a maior alta para o diesel comum (4,56%), R$ 5,729, ante R$ 5,479 de dezembro. O maior preço médio segue sendo registrado no Acre, a R$ 6,393; enquanto o menor no Paraná, com o litro a R$ 5,313.

Já a Bahia apresentou a maior alta para o diesel S10, de 4,02%, passando de R$ 5,640 para R$ 5,867. Assim como o diesel comum, o maior valor médio para o S-10 foi encontrado nos postos do Acre, a R$ 6,346; e o valor mais baixo no Paraná, a R$ 5,366.

O levantamento do IPTL tem como base os abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log.


Postar um comentário

0 Comentários