Fretebras Superior

Produção de caminhões cresce 82% até novembro

Mercedes-Benz/Divulgação

Alta na produção de caminhões é confirmada pelo balanço oficial da ANFAVEA

Ainda superando os desafios impostos pelos gargalos logísticos, como por exemplo a escassez de semicondutores, a indústria brasileira de caminhões encerrou o mês de novembro mantendo um crescimento expressivo no acumulado do ano.

De acordo com o balanço oficial da Associação Nacional dos Fabricantes de Autoveículos (ANFAVEA), 146,4 mil caminhões foram produzidos em todo o país de janeiro a novembro deste ano, crescimento de 82% em relação ao mesmo período de 2020, quando 80,5 mil unidades haviam sido montadas. 


Somente no mês de novembro, 14,4 mil caminhões foram produzidos em todo o país, alta de 4,7% em relação ao mês anterior, outubro, quando foram montados 13,7 mil exemplares. Já em relação a novembro de 2020, quando a indústria foi responsável pela produção de 11,5 mil caminhões, o crescimento neste ano atingiu marca de 25,3%.

“Temos muitos veículos incompletos nos pátios das fábricas, à espera de componentes eletrônicos. Esperamos que eles possam ser completados neste mês, amenizando um pouco as filas de espera nessa virada de ano”, afirmou o Presidente da ANFAVEA, Luiz Carlos Moraes, acrescentando que a expectativa para o próximo ano é de uma melhora gradual no fornecimento de semicondutores, embora a solução completa da crise só esteja prevista para o final de 2022.

Confira na íntegra o balanço da Anfavea: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários