Bolsonaro afirma que resolverá preço do óleo diesel nesta semana

Alan Santos/PR

Declaração do Presidente da República foi dada nesta segunda-feira (18) durante evento no interior do estado de Minas Gerais; Bolsonaro não relevou que medidas serão tomadas

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira, 18 de outubro, que as questões relacionadas ao alto preço do óleo diesel serão resolvidas ainda nesta semana. Conforme mostrado mais cedo aqui no Portal Caminhões e Carretas, o preço médio do combustível já ultrapassou os R$ 5,00 e está 41% mais caro que no ano de 2020.


"Se Deus quiser, nós resolveremos, nesta semana, a questão do auxílio emergencial, como também devemos resolver, nesta semana, a questão do preço do diesel", declarou Bolsonaro, durante a cerimônia de lançamento da Jornada das Águas em São Roque de Minas (MG).


A mais recente alteração de preços promovida pela Petrobras ocorreu no último dia 29 de setembro. Na data o óleo diesel sofreu um aumento médio de 8,89% no preço do óleo diesel, cerca de R$ 0,25 por litro, passando para R$ 3,06 nas refinarias de todo o país.


A declaração do Presidente da República acontece na mesma semana em que entidades como a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), vinculada à CUT; Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) tentam marcar para o dia 1º de novembro, uma paralisação nacional de caminhoneiros. 


Postar um comentário

1 Comentários

  1. A Petrobras não vai reduzir e nem desindexar os combustíveis do dólar. A estatal lucra com a venda de derivados de petróleo no mercado externo, como ela vai trabalhar com duas planilhas, acionistas quer receber dividendos.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.