IVECO A gente nao para

Tanqueiros iniciam paralisação por tempo indeterminado em Minas Gerais

Sindtanque-MG/Divulgação

Redução nos preços dos combustíveis e na alíquota do ICMS cobrado sobre o óleo diesel estão entre as principais reinvindicações da categoria em Minas Gerais

Cumprindo com o que vinha sendo prometido ao longo das últimas semanas, transportadores de combustíveis do Estado de Minas Gerais deflagraram nesta terça-feira, 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil, uma paralisação por tempo indeterminado. A informação é confirmada pelo Sindtanque-MG (Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais).

Além de apoiarem as manifestações que acontecem em todo o país ao longo desta terça-feira, a categoria também reivindica a redução dos preços dos combustíveis, especialmente do diesel que acumula alta de 25,78% até julho, e também uma redução na alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado pelo Governo de Minas, passando dos atuais 15% para 12%.


"Minas Gerais tem um dos ICMS mais altos do Brasil. As transportadoras não farão a distribuição de combustível para postos e aeroportos. A categoria resolveu cruzar os braços, aguardando passar o 7 de setembro, e a paralisação é por tempo indeterminado, sem data de retorno", afirmou Irani Gomes, presidente do Sindtanque-MG.

A previsão é de que a paralisação dos tanqueiros não provoque falta de combustíveis nesta terça-feira, especialmente neste retorno de feriado prolongado. Entretanto, se a paralisação avançar ao longo da semana, os primeiros impactos poderão ser sentidos a partir desta quarta-feira (8).


Postar um comentário

0 Comentários