IVECO A gente nao para

Manifestações de caminhoneiros perdem força nas rodovias federais

Alefer Oliveira/Instagram

Queda no número de pontos de manifestações é confirmada pelo Ministério da Infraestrutura com base nos dados oficiais da PRF

Após dois dias consecutivos de inúmeros pontos de bloqueios e manifestações nas principais rodovias federais do país, a paralisação de caminhoneiros perdeu força nesta sexta-feira, 10 de setembro. A informação é confirmada pelo Ministério da Infraestrutura com base nos dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em comunicado divulgado às 12h30 de hoje, a pasta informou que "toda a malha rodoviária federal está aberta para o livre fluxo de veículos de carga". Ainda segundo a publicação, "os últimos pontos de concentração com abordagem  a caminhoneiros estão nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rondônia".


Os dados oficiais divulgados pela PRF e pelo MInfra demonstram ainda uma queda de 70% no número de ocorrências de manifestações e bloqueios em rodovias federais em relação a ontem, 9 de setembro.. A expectativa é de que esse declínio se mantenha no restante do dia.

PRF aumenta efetivo de policiais nas rodovias
Com o objetivo de garantir o fluxo rodoviário nos principais corredores logísticos do país, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está aumento o efetivo de policiais nos principais pontos de manifestações e bloqueios. Na manhã de ontem (9), a corporação confirmou a atuação de 2 mil agentes em todo o país. Já no início da noite o número saltou para 2.400, graças a chegada de 400 policiais no Sul do Brasil, região que ainda concentra o maior número de pontos de paralisação.

Confira na íntegra o comunicado do MInfra: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários