IVECO A gente nao para

146 novos ônibus Volkswagen passam a fazer parte do Sistema de Transportes Metropolitano de Vitória

VWCO/Divulgação

Unidades do Volksbus 17.230 OD e Volksbus 17.260 OD foram entregues para operararem no Transcol

Empresas que atuam no Transcol, o sistema metropolitano de transporte coletivo de Vitória (ES), passaram a contar com neste mês, com 103 Volksbus 17.230 OD e 43 Volksbus 17.260 OD. Para garantir maior conforto aos passageiros, todos os modelos são equipados com tecnologia de ponta, como, ar-condicionado, wi-fi, câmeras a bordo e bilhetagem eletrônica.

Entre as empresas que adquiriram os ônibus da VWCO está o Grupo Scandia, que recebeu o maior lote, com 86 chassis VW. Segundo Anderson Guimarães Lopes, diretor de estratégia da companhia, fatores como a confiabilidade e qualidade oferecida, foram fundamentais para a escolha dos veículos da Volkswagen. “O custo com manutenção e combustível é baixo, se comparado com outras marcas. Além disso, os ônibus contam com motores MAN, que estão entre os melhores do mercado. Isso traz uma segurança maior para nós e nossos passageiros”, afirma Anderson.


Segundo Jorge Carrer, diretor adjunto de Vendas de Ônibus da VWCO, a preferência dos clientes pelos ônibus VW é resultado de muita dedicação por parte da montadora. “Sempre priorizamos nossos clientes, oferecendo veículos de acordo com suas necessidades. E, claro, disponibilizando veículos com um ótimo desempenho para oferecer o melhor custo operacional. Esses são alguns dos vários motivos que cativam aqueles que adquirem os nossos veículos. O atendimento de pós-venda personalizado da rede de concessionárias é outro ponto de destaque, garantindo a máxima disponibilidade da frota e a satisfação dos operadores do transporte público da região”, pontua Carrer.

Graças a união entre robustez e versatilidade, os Volksbus 17.230 OD e 17.260 OD são indicados para operações de transporte urbano e fretamento. Os modelos contam com polia adicional de série, que facilita a instalação do ar-condicionado, motorização MAN D08 e sistema EGR de tratamento de emissões, que dispensa o uso de Arla 32.


Postar um comentário

0 Comentários