Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Preço do diesel sobe 23% no primeiro semestre de 2021

IVECO/Divulgação

Valor médio por litro do tipo S-10 aumentou 22,7% no mesmo período de 2021

O preço do óleo diesel chegou ao final do primeiro semestre de 2021 acumulando um significativo aumento. De acordo com o levantamento mais recente do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o diesel chegou ao final de junho sendo comercializado com preço médio de R$ 4,730,  23% acima do registrado no fechamento de dezembro de 2020. Já tipo S-10, sofreu alta de 22,7% nesse primeiro semestre do ano, sendo comercializado em média a R$ 4,783 no mês de junho.

“O diesel comum avançou 0,66% em junho, na comparação com o mês anterior. O tipo S-10, por sua vez, apresentou alta de 0,48% em relação ao fechamento de maio”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Na divisão por regiões, o diesel S-10 foi encontrado pelo menor preço nos postos da Região Sul, sendo comercializado a R$ 4,405 após um leve recuo de 0,07%. Já o diesel comum mais barato, comercializado a R$ 4,366, também foi encontrado no Sul do Brasil, mesmo após leve alta de 0,14%.


Segundo o IPTL, os maiores aumentos foram registrados no Nordeste do Brasil, região onde o tipo comum avançou 1,22% em relação ao fechamento de maio, e o tipo S-10, 1,21%. Os preços médios mais elevados seguem sendo encontrados no Norte do Brasil, sendo R$ 4,947 para o litro de diesel comum e R$ 5,005 para o litro do tipo S-10.

Considerando cada estado separadamente, tanto o diesel quanto o diesel S-10 seguem sendo encontrados com maior preço médio no Acre, a R$ 5,709 e R$ 5,647, respectivamente. Já os valores médios mais baixos seguem sendo registrados no Paraná, sendo, o tipo comum, a R$ 4,308, e o tipo S-10, a R$ 4,343.

O novo levantamento do IPTL também revela que no Rio Grande do Norte, os postos apresentaram o maior aumento de preços para o tipo comum, sendo 2,58%, e na Bahia, a alta mais significativa para o diesel S-10, de 2,58% na comparação com o fechamento de maio. Já no Amapá, ambos os combustíveis apresentaram o maior recuo do País, de 1,11% no preço médio por litro do tipo comum, e de 2,52% no caso do tipo S-10.


Postar um comentário

0 Comentários