IVECO A gente nao para

DAF apresenta nova geração de caminhões XF, XG e XG+

DAF/Divulgação

Nova geração de caminhões extrapesados traz como diferenciais, visual totalmente renovado, aerodinâmica aprimorada, máximo conforto ao motorista e o que há de melhor em termos de segurança e tecnologia embarcada

Chegou ao fim nesta quarta-feira, 9 de junho, um dos grandes mistérios do transporte rodoviário de cargas europeu. A DAF apresentou velho continente uma nova geração de caminhões extrapesados. Além do já consagrado XF, a linha passa a contar agora com dois inéditos modelos, batizados de XG e XG+. 

Além do design totalmente renovado, a nova geração de caminhões DAF estreia com a promessa de reduzir em até 10% o consumo de combustível e trazendo o que há melhor em termos de conforto, espaço, tecnologia embarcada e segurança.

Três versões
Atenta às novas regulamentações europeias em relação as dimensões das cabines, aerodinâmica, segurança e conforto dos condutores, a DAF revolucionou por completo o design da nova geração de caminhões extrapesados.

A partir de agora, a consagrada linha XF passa a contar com um alongamento de 160 mm na dianteira, característica que busca aprimorar o fluxo de ar através do caminhão e entregar a melhor aerodinâmica do segmento. Quando comparado com as atuais versões Space Cab e Super Space Cab, o Novo XF conta com 75 mm a menos de altura da cabine. Apesar disso, o extrapesado conta uma expressiva altura interna, que varia de 1900 a 2075 mm em relação ao piso da cabine.

Para aqueles clientes que buscam ainda mais conforto e espaço na cabine, a DAF passa a oferecer as inéditas versões XG e XG+. Os modelos também contam com um alongamento de 160 mm na dianteira, mas trazem como principais, 330 mm a mais de comprimento na parte traseira da cabine e piso semi plano.

Segundo a montadora holandesa, a versão XG conta com uma altura interna que varia de 2025 a 2075 mm. Já a versão XG+ entrega até 2200 mm de altura interna em relação ao piso da cabine, característica que assegura o título de versão top de linha da marca. 

DAF/Divulgação


Exterior
As mudanças nas dimensões das cabines são complementadas design elegante e harmonioso, composto por linhas ascendentes que garantem um aspecto dinâmico aos novos caminhões. Destaque para as entradas de ar incorporadas a nova grade frontal, ainda maior, para-choque em aço de alta resistência e elegante jogo de faróis Full LED, em total sintonia com o consagrado sistema de iluminação Skylight  em LED no teto.

A nova geração de caminhões DAF ainda traz como diferenciais, para-brisa curvo, coberturas aerodinâmicas nas colunas da cabine, novo design de defletores de ar e saias laterais, além da opção de substituição dos tradicionais espelhos retrovisores por um sistema de câmeras de última geração.

Segundo a marca, somente as mudanças aerodinâmicas asseguram aos novos caminhões extrapesados uma redução de 7% no consumo de diesel.

Interior
DAF/Divulgação
Os atributos internos da nova geração de caminhões DAF não se resumem apenas ao maior espaço disponível. Os modelos também marcam a estreia de um design interno totalmente renovado, moderno e equipado com o que há de melhor em termos de tecnologia.

Além das linhas futurísticas em total sintonia com o visual externo, destaca-se a presença de um novo painel composto por duas telas 100% digitais, sendo, uma de 12 polegadas para os instrumentos e uma segunda de 10 polegadas que atua como central multimídia, combinada com um novo volante multifuncional. 

Acabamentos refinados e de alta qualidade, opção de bancos giratórios, geladeira, sistema de ar condicionado digital e estacionário, ampla área envidraçada, cama com ajuste elétrico (DAF Relax Bed), opção de beliche e os maiores colchões do segmento, com 800 mm de largura e 2200 mm de comprimento, e sistema de iluminação em LED, completam a lista de atributos que transformam as cabines dos novos DAF em uma segunda casa para o motorista.

DAF/Divulgação


Trem de força
A nova geração de caminhões extrapesados DAF estreia no mercado europeu com duas opções de motorização, sendo, PACCAR MX-11 (367 cv, 408 cv e 449 cv) e PACCAR MX-13 (428 cv, 483 cv e 530 cv), ambas combinadas com a nova geração de transmissões automatizadas XF TraXon.

Assim como na parte estética, a motorização dos novos caminhões também recebeu uma série de novidades, como,  novo turbocompressor HE400 que melhora a gestão do ar, novos compressores de ar, bombas de óleo e alternadores. Destaca-se ainda a presença de um sistema de pós-tratamento dos gases de escape totalmente redesenhado e otimizado. Além disso, a nova geração de motores está até 15 quilos mais leve.

Segundo a DAF, todos os esses novos atributos asseguram a nova geração de caminhões extrapesado mais 3% de economia de combustível nas operações. Além disso, as novas motorizações já estão preparadas para as gerações mais recentes de biocombustíveis (incluindo gás para líquido e HVO), bem como para combustíveis sintéticos renováveis


Segurança
DAF/Divulgação
A nova geração DAF também não deixa a desejar quando o assunto é segurança. Os três novos extrapesados contam com assistente de partida em rampa, controle de cruzeiro de última geração, sistema de alerta de evasão de faixa, detector de objetos em pontos cegos (City Turn Assist), sistema de frenagem de emergência (AEBS 3) e sistema de freio de mão eletrônico e automático. 

O sistema de câmeras que substitui os tradicionais espelhos retrovisores, além de aprimorar a aerodinâmica, maximiza consideravelmente o campo visual do motorista, especialmente em situações de manobras, ultrapassagens ou em curvas, graças ao deslocamento panorâmico automático (responsável por seguir a traseira do semirreboque). O sistema de câmeras também traz como diferenciais, aquecimento para operações em situações extremas e pela primeira vez na indústria, um rebatimento elétrico.

A nova geração de caminhões também conta com uma nova tecnologia chamada Corner View, uma micro câmera localizada na coluna direita da cabine, próximo ao canto inferior do para-brisa e responsável por eliminar todos os pontos cegos na parte lateral abaixo das linhas da porta. E para maximizar o campo visual, a DAF também passa a oferecer como opcional uma segunda janela na parte inferior da porta do passageiro.

Mesmo se tratando de uma estrutura extremamente leve, as novas cabines DAF não abrem mão da robustez. Prova disso é a presença de caixas de proteção anticolisão com absorção de energia na traseira da cabine e zonas de colisão traseiras totalmente integradas, responsáveis por absorver todo o impacto em casos de descolamento da carga.

E para casos de colisão, os novos caminhões DAF também contam com uma tecnologia batizada de ProCaDis, responsável por deslocar a cabine de maneira controlada em até 400 mm, preservando a estrutura e maximizando o espaço de sobrevivência para os ocupantes do veículo.

A segurança abordo da cabine, especialmente no momento de descanso, ainda é aprimorada pelo modo de vigilância, que reproduz as imagens das câmeras externas na central multimídia, e pelo botão de pânico, que ativa a buzina e as luzes de perigo. 

Segundo a marca, todos esses recursos buscam reforçar a seguinte filosofia da montadora, "mãos no volante, olhos na estrada".
DAF/Divulgação
Produção
Segundo a DAF, a produção da nova geração de caminhões extrapesados está prevista para começar no último trimestre de 2021, mas apenas no mercado europeu. Como já era de se imaginar, não há uma previsão de quando os novos modelos serão comercializados em outros mercados que a marca está presente, como por exemplo no Brasil.


Postar um comentário

0 Comentários