Preço do diesel dispara após fim da isenção de PIS/Cofins

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Aumento no preço do combustível é confirmado por levantamento da ANP

Apesar da redução colocada em prática Petrobras no dia 1º de maio, o preço do litro do óleo disparou nas bombas de todo o país logo após o fim da isenção de PIS/Cofins. A informação é confirmada pelo balanço oficial da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com o levantamento da reguladora, divulgado na noite da última sexta-feira (7), em apenas uma semana, o valor do combustível mais usado do país registrou uma alta expressiva de 5%, atingindo média de R$ 4,405 por litro, valor semelhante ao registrado em fevereiro. 


A suspensão temporária da cobrança de impostos federais sobre o óleo diesel nos meses de março e abril, aconteceu após um decreto do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, afim de amenizar os efeitos da volatilidade de preços e oscilações da taxa de câmbio e das cotações do petróleo no mercado internacional, além de atender as reinvindicações do transporte rodoviário de cargas, especialmente de caminhoneiros autônomos. 

Na ocasião, Bolsonaro afirmou ainda que neste período,  o Governo por meio do Ministério da Economia, buscaria uma forma de zerar de maneira definitiva a cobrança de impostos federais sobre o óleo diesel. Mas até o momento, nenhuma novidade sobre essa possibilidade foi apresentada. 


Postar um comentário

0 Comentários