IVECO A gente nao para

Manlog deixa de emitir mais de 17 mil quilos de CO2 na atmosfera em 30 dias

Manlog/Divulgação
Com o investimento em mais de 20 veículos 100% elétricos, entre caminhões e carros para colaboradores, a transportadora goiana já deixou de emitir mais de 17 mil quilos de carbono no ar, o equivalente ao plantio de mais de 10 mil árvores.

Os dados foram consolidados pela Amppli Tecnologia, startup que promove a gestão de inteligência da transportadora, e impressionam pelo curto período de 1 mês. Thiago Suzin, CEO da Manlog, destaca tamanha impacto das ações. 

“O pouco que fazemos, é muito e sempre vale a pena. Quando traduzimos em números ficamos impressionados. E o melhor é que a qualidade de vida que a gente proporciona não pode ser mensurada. O impacto é 100% positivo na vida de muita gente. E para os próximos meses a tendencia é triplicar esse montante com a aquisição de novos veículos.” 


A iniciativa sustentável, que abrange mais de 22 colaboradores que utilizam os carros elétricos compartilhados, já totaliza uma economia de mais de 9 mil reais em combustível. Cerca de R$ 400,00 a mais no bolso de cada profissional, além dos incontáveis benefícios físicos e emocionais.

“Quem andava de ônibus, agora anda no conforto de um carro silencioso com ar-condicionado. Quem gastava com combustível, seguro e impostos, agora pode poupar e investir na carreira. Quem chegava tarde em casa, agora chega no horário e aproveita momentos com a família. É muito satisfatório.” Ressalta Fabricia, gestora de RH da Manlog. 

Os caminhões elétricos, que também entram na conta verde e entregam para grandes clientes pelo Brasil, já chamam a atenção do mercado fracionado tradicional para a nova aposta da Manlog, o Manlog In Box. Uma promessa descomplicada de transportar qualquer carga, de qualquer categoria e tamanho, no prazo mais curto possível. E o objetivo da transportadora é agregar sustentabilidade como rotina em todas as suas soluções.

Postar um comentário

0 Comentários