Governo Bolsonaro inaugura ponte que liga Maranhão ao Piauí e elimina mais uma cara travessia de balsa

MInfra/Divulgação

Construída em menos de dois anos, estrutura acaba com a necessidade de balsas para fazer a travessia entre os estados vizinhos

O Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura inaugurou nesta quinta-feira, 20 de maio, uma ponte sobre o rio Parnaíba, entre Santa Filomena (PI) e Alto Parnaíba (MA), na BR-235. Fundamental para a população das duas regiões e também ao agronegócio, a estrutura soluciona  um problema histórico de ligação entre os dois estados.

Também considerada de extrema importância para o Matopiba, fronteira agrícola formada por áreas nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, a nova estrutura impactará diretamente no escoamento da produção e no desenvolvimento socioeconômico, ao possibilitar a integração com a ferrovia Norte Sul. A expectativa inicial é de uma economia de até 8% no valor do frete para o transporte de grãos até o Porto do Itaqui, no Maranhão.

“Essa ligação é fundamental para o eixo da BR-235 que, quando estiver pavimentada no Maranhão e em Tocantins, vai encurtar a distância do produtor para a ferrovia Norte-Sul. É um ganho logístico sem precedentes”, explica o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A entrega da obra ocorreu nesta quinta-feira (20), em cerimônia que contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.


Sobre a ponte
Resultado de um investimento de R$ 30 milhões, a nova ponte conta com uma extensão total de 186 metros e plataforma de 16 metros de largura, incluindo os passeios. No local, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) também realizou serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação, sinalização horizontal, obras complementares, proteção ambiental, entre outros.

Iniciada em 2019 e entregue antes do prazo previsto, a estrutura também marca o fim de um dos maiores custos para motoristas e pedestres na região, a travessia por balsa. No local, carretas chegavam a pagar quase R$ 260 para passar de uma cidade para outra – pedestre (R$ 2,80), moto R$ (8,40) e automóvel (R$ 19,70).

“A ponte vai suprimir a necessidade de balsa que sempre acaba elevando o custo para quem faz a travessia, então, se trata também de uma libertação”, afirmou o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

MInfra/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários