IVECO A gente nao para

Caminhão elétrico da BYD será empregado em usina de biogás no Paraná

BYD/Divulgação

Modelo fará parte de um projeto de coleta de lixo orgânico que irá alimentar usina de biogás, em Ponta Grossa, Paraná

A BYD, a maior fabricante mundial de baterias de fosfato de ferro-lítio e de veículos 100% elétricos e gigante do mercado fotovoltaico, foi escolhida mais uma vez para um projeto sustentável no Brasil. A empresa foi responsável pelo fornecimento do primeiro caminhão elétrico BYD eT8 da região sul do Brasil. O modelo inédito será empregado na coleta diária de 12 toneladas de resíduos orgânicos sólidos, que irão gerar energia elétrica para prédios públicos na cidade de Ponta Grossa, no Paraná.

O BYD T8 irá operar em uma Usina Termoelétrica a Biogás (UTB) inaugurada na última sexta feira (30) pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, juntamente com a Ponta Grossa Ambiental (PGA), concessionária de limpeza urbana da cidade pertencente ao Grupo Philus. A estrutura faz parte de um conjunto de melhorias e adequações que visam atender integralmente os requisitos impostos pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS).

Com capacidade instalada de processamento de até 30 t/dia de resíduos orgânicos, a nova UTB será responsável pelo fornecimento de energia para o Hospital Municipal (Pronto Socorro), o Hospital da Criança, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA Santana) e o prédio sede da administração pública (paço municipal).


O caminhão 100% elétrico será responsável pela coleta diária resíduos orgânicos (resto de alimentos, hortifrútis, sementes, óleo de cozinha usado, etc.) e transporte até a UTB. No local, O resíduo será direcionado para um pré-tanque, analisado e, estando em condições adequadas, será direcionado para os biodigestores. No interior dos biodigestores, bactérias realizarão a digestão da matéria orgânica através de um processo anaeróbico (sem a presença de oxigênio), e produzirão o biogás – um gás composto por grande quantidade de metano, material altamente combustível. O gás então será direcionado para os motogeradores, onde será queimado, e com isso, produzirá energia elétrica, transferida diretamente para a rede da Copel (concessionária de energia do estado).

“A BYD está sempre alinhada com projetos verdes que contribuem para a saúde das pessoas e a preservação ambiental. Apenas um caminhão deixa de emitir 82 toneladas de CO2 por ano comparado a um outro veículo a combustão, o equivalente ao plantio de 577 árvores”, explica Henrique Antunes, da BYD. “As vantagens operacionais dos equipamentos 100% elétricos movidos a bateria de lítio da BYD tem permitido que as empresas reduzam as emissões de gases poluentes e ainda diminuam os custos em suas operações “, completa.

Para Vítor Borsato, diretor de Negócios do Grupo Philus, sustentabilidade e inovação caminham alinhadas. “Com a implantação da UTB – Usina Termoelétrica a Biogás, a aquisição do caminhão elétrico BYD torna o projeto ainda mais sustentável, afinal, o caminhão será abastecido pela energia produzida pela própria usina, que é gerada a partir dos resíduos orgânicos coletados por ele. Inicialmente, a coleta será feita em 75 grandes geradores, e futuramente, a coleta também acontecerá no formato porta a porta. Sem dúvidas, é um grande avanço em sustentabilidade, tecnologia e inovação em Ponta Grossa”, reforça o executivo.


Postar um comentário

0 Comentários