Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

e-Delivery: Produção de caminhões elétricos Volkswagen começará neste semestre

VWCO/Divulgação

Primeiro caminhão elétrico desenvolvido e feito no Brasil será produzido em Resende (RJ)

A produção do primeiro caminhão elétrico desenvolvido e feito no Brasil, com zero emissão de CO2, NOX e material particulado, já tem data para começar. Alinhada com a política de desenvolvimento e promoção de tecnologias limpas do Grupo TRATON, a VW Caminhões e Ônibus confirmou para este semestre o início da produção do e-Delivery.

A iniciativa vai de encontro com a estratégia de investir sistematicamente em mobilidade elétrica, anunciada recentemente pelo Grupo TRATON, que planeja um  aporte de cerca de € 1,6 bilhão em pesquisa e desenvolvimento de veículos elétricos até 2025. De acordo com o comunicado internacional, até 2030 as empresas que integram o Grupo devem cumprir metas concretas para o desenvolvimento de veículos com combustíveis alternativos.

“A pandemia mundial de Covid-19 impôs muitos desafios a toda sociedade, o que promoveu ajustes de rota. E mesmo assim, mantivemos nosso compromisso com a inovação e avanços para a mobilidade sustentável, tema que continua prioritário na VW Caminhões e Ônibus”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus.

Ao todo, o Volkswagen e-Delivery já conta com cinco anos de projeto e desenvolvimento. Somente nos últimos dois anos e meio, o modelo já percorreu mais 30 mil quilômetros rodados em testes de engenharia e operação em condições reais, na distribuição de bebidas da Cervejaria Ambev em São Paulo. Neste período, mais de 22 toneladas de CO² deixaram de ser emitidas na atmosfera e, até agora, mais de 6.500 litros de diesel deixaram de ser consumidos.


Além da significativa economia de combustível e da redução na emissão de gases poluentes, o VW e-Delivery também se destaca pela possibilidade de ser recarregado com 100% de energia elétrica proveniente de fontes limpas, como eólica e solar, sendo que 43% de sua energia provém do próprio sistema regenerativo de freios do veículo.

Segundo a marca, todo o processo de desenvolvimento segue o mesmo rigor de todos os outros caminhões e ônibus VW, garantindo a mesma segurança e confiabilidade na operação com o melhor consumo de energia. Para isso, a infraestrutura da fábrica tem sido preparada e toda a cadeia envolvida no negócio tem sido treinada.

Com uma autonomia de até 200 quilômetros e nível de ruído extremamente baixo quando comparado aos modelos tradicionais, o Volkswagen e-Delivery foi desenvolvido sob medida para o transporte urbano em grandes cidades, com soluções de última geração para logística verde.


Postar um comentário

0 Comentários