Publicidade

Safra: Valor do frete de grãos aumenta até 103% no Mato Grosso

Dudu Martelli

Alta no valor do frete é confirmada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea)

O avanço na colheita da nova safra de grãos no Mato Grosso, principal estado produtor, tem impulsionado o valor do frete rodoviário. A alta é confirmada pelo boletim semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

De acordo com o levantamento do Instituto, no trecho Sorriso (MT) -Miritituba (PA), atualmente uma das principais rotas de escoamento de grãos do país, o frete rodoviário registrou em fevereiro uma alta 71,54%, justificada pela crescente demanda por caminhões.


A alta mais expressiva no valor do frete foi registrada no trecho localizado entre Sorriso (MT) e Rondonópolis (MT), onde há um terminal ferroviário responsável pelo escoamento da produção até o estado de São Paulo. Segundo o Imea, o frete rodoviário entre os dois municípios mato-grossenses subiu 103%, alcançando um valor médio de R$ 163 por tonelada. 

Já no percurso entre Sorriso (MT) e o Porto Paranaguá (PR) o frete rodoviário também manteve uma tendência de alta. De acordo com o boletim do Imea, o valor apresentou uma alta mensal de 28%, chegando a R$ 322 por tonelada.

A colheita de soja da safra 2020/21 já se aproxima de 50%. A estimativa de produção é de 35.489.696 toneladas.

Com informações: MinutoMT

Postar um comentário

0 Comentários