Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

LOGA investe em frota de caminhões com transmissões totalmente automáticas Allison

Allison/Divulgação

Empresa responsável pela coleta de resíduos de metade da capital paulista, e uma das pioneiras no uso das transmissões totalmente automáticas Allison no País

Com o objetivo de incrementar as operações de coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos, a Logística Ambiental de São Paulo S.A. (Loga), confirmou neste mês um investimento em 68 novos caminhões compactadores equipados com transmissões totalmente automáticas Allison Série 3000™. 

Com a nova aquisição, 90% da frota da empresa será composta por caminhões equipados com transmissões Allison. “Começamos a introduzir as transmissões automáticas na nossa frota em 2009, e desde então, a cada renovação de veículos, estamos substituindo os caminhões com transmissões manuais pelos automáticos”, diz Yuri Oblitas, Supervisor de Manutenção da Loga. “Essa preferência se reflete em várias vantagens a favor dos modelos automáticos, entre elas, a maior produtividade, o baixo custo de manutenção, o conforto para os motoristas, e a segurança e garantia da transmissão.”

Segundo a Loga, a maior produtividade dos modelos está relacionada a maior disponibilidade dos motoristas, que não ficam tão cansados, redução de problemas mecânicos em motores e embreagens, e queda significativa dos custos com a troca de peças da embreagem — platô, disco e rolamento — e com a mão-de-obra.


“Com as transmissões manuais precisamos de peças e mecânicos para a troca do sistema de embreagem a cada 50 mil ou 60 mil quilômetros, coisa que não acontece com as transmissões automáticas, o que resulta em maior disponibilidade do veículo para a operação. O que pode explicar com maior exatidão o nosso nível de satisfação com as transmissões automáticas Allison é o fato de que elas estão presentes em todas as nossas renovações de frota, em outras palavras, cada vez mais nós as compramos”, diz Oblitas.

As transmissões Allison trazem como principal diferencial a presença do conversor de torque, que multiplica a força gerada pelo motor e a transfere com suavidade para a caixa de câmbio, garantindo assim a máxima eficiência operacional. Graças ao sistema de acoplamento hidráulico, que agrega um efeito de amortecimento controlado e elimina trancos, os caminhões contam com maior capacidade de arranque, aceleração mais rápida, melhor tração e maior controle de direção, atributos que se traduzem em maior produtividade, melhor manobrabilidade em baixas velocidades, proteção do trem de força, baixo custo de manutenção e maior facilidade para o motorista.

Com mais de dois mil colaboradores, a Loga atende atualmente à região que compreende o Centro e as Zonas Norte e Oeste da cidade, onde estão mais de 800 bairros e 13 Prefeituras Regionais. Sob sua responsabilidade está a coleta de seis mil toneladas de resíduos provenientes de 1,7 milhão de domicílios, hospitais, clínicas e similares, atendendo sete milhões de munícipes — incluída a população flutuante na região.
Allison/Divulgação


Postar um comentário

1 Comentários

  1. Quem tem carro sempre acha que transmissão automática dá mais manutenção. Pelo visto é o contrário.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.