Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Justiça determina que Detrans voltem a emitir documentos de veículos em papel

Divulgação
Por meio de uma liminar proferida na última semana, 1º de fevereiro, a desembargadora federal Marga Inge Barth Tessler, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), determinou a retomada da impressão do Certificado de Registro de Veículo (CRV) e do Certificado de Licenciamento Anual (CLA) em papel moeda. A decisão suspende os efeitos dos artigos 8º e 9º da Resolução nº 809/2020 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que previam a emissão exclusivamente por meio digital.

A liminar atende a um recurso do Conselho Federal dos Despachantes Documentalistas do Brasil (CFDD/BR) e de mais três entidades de despachantes do estado de Santa Catarina. No recurso, as entidades alegaram que a resolução publicada pelo Contran violou a Lei nº 14.071/2020, que assegura a emissão dos documentos — por meio físico ou digital — conforme a preferência do proprietário do veículo. Os autores da ação civil pública, lembraram ainda que a lei que entrará em vigor a partir do dia 12 de abril deste ano foi aprovada devido ao fato de que cerca de 46 milhões de brasileiros sofrem com a exclusão digital e não têm acesso à Internet.


“A Lei nº 14.071/2020 é norma já existente e válida e, muito embora carecendo de vigência, não pode ser ignorada pelo administrador ao editar norma, hierarquicamente inferior, com disposições contrárias àquela”, afirmou Tessler.

Segundo a magistrada, a lei busca garantir direitos de milhões de brasileiros excluídos do universo digital e, por isso, a expedição da via física é necessária.

“Cabe consignar que não se está contra a digitalização dos respectivos documentos — cuja finalidade é nobre —, mas apenas sensível em dar uma opção aos excluídos, como fez o legislador ao editar a Lei nº 14.071/2020. Os inclusos no universo digital poderão, e certamente o farão, se utilizar da nova sistemática”, concluiu a desembargadora.

Até o momento o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) não comentou sobre a decisão. 


Com informações: TRF4

Postar um comentário

4 Comentários

  1. qual a dificuldade de se imprimir o documento numa loja de informática ???

    ResponderExcluir
  2. Pra não deixarem de cobrar o valor da emissão vão imprimir em folha A4, baita jogada, custo beeeem menor e continuam cobrando os 80 reais

    ResponderExcluir
  3. Fala sério, fora que pagamos uma taxa exorbitante de R $112,00 pra que é fui tentar fazer no celular um horror,super burocrático e no final meu pobre celular não deu certo kkkkl

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.