Scania realiza venda recorde de 2.250 caminhões para grupo de transportadoras

Scania/Divulgação
A divisão britânica da Scania anunciou nesta semana a venda recorde de 2.250 caminhões para o Consortium Purchasing, grupo de transportadoras formado pelas empresas, Eddie Stobart, The Pallet Network, iForce e AW Jenkinson Forest Products. Até então este é o maior pedido de um único cliente já recebido pela montadora.

Com previsão para ser entregue até 2023, o lote expressivo envolve todos os modelos que compõem a atual geração de caminhões Scania (P, G, R e S) e uma série de configurações de chassis e eixos. As entregas ficarão a cargo das concessionárias Scania Haydock Commercial Vehicles e Graham Commercial.  


“Estamos absolutamente satisfeitos por ter feito este pedido com a Scania, especialmente em tempos tão desafiadores e incertos”, comenta William Stobart, um dos líderes do grupo. “A última geração de veículos da Scania - que operamos há três anos - dá continuidade à longa tradição de serviço excelente, confiabilidade e bom desempenho de combustível que esperamos da marca. Isso, junto com os níveis consistentemente elevados de serviço que recebemos da rede Scania, é o motivo pelo qual escolhemos a Scania para atender grande parte dos nossos requisitos de caminhões ”.

Esta é a sexta vez que a Eddie Stobart Limited e suas empresas associadas realizam uma grande compra junto a Scania. Em 2010 e 2012 foram realizados dois pedidos de 1.000 unidades. Em 2014 o grupo realizou a compra de mais 1.500 caminhões. Já em 2016, mais 2.000 caminhões foram encomendados. E em 2018 um novo pedido expressivo de 2.100 unidades foi realizado.


Postar um comentário

0 Comentários