Publicidade

Saiba qual deve ser a potência mínima do cavalo mecânico para cada tipo de implemento

Se você percorre com frequência as rodovias brasileiras, especialmente os trechos de serra, com certeza você já se deparou com longas filas formadas atrás de veículos pesados ou até mesmo já ouviu expressões como "puxador de fila".

Mas você sabia que para garantir a máxima trafegabilidade nas vias, minimizar os impactos no fluxo provocados pelos veículos de carga e até mesmo evitar acidentes causados por falhas mecânicas provocadas por erros na relação potência/peso, a atual legislação trânsito brasileira estabelece limites mínimos de potência para os cavalos mecânicos tracionarem cada tipo de implemento? As regras também se aplicam aos modelos de chassi rígido.

De acordo com Art. 3º da Portaria INMETRO nº 51 de 19/01/2011, os veículos de carga devem obedecer a relação mínima de potência/peso de 4,2 kW/t; o que representa cerca de 5,71 cv para cada tonelada de PBT (Peso Bruto Total) ou PBTC (Peso Bruto Total Combinado)

Ciente deste limite legal, descubra agora a potência mínima que o cavalo mecânico deve possuir para tracionar os implementos mais comuns do transporte rodoviário de cargas brasileiro:

Configuração PBTC Potência mínima
Semirreboque 2 eixos + cavalo 4x2 36 toneladas 205 cv
Semirreboque 2 eixos + cavalo 6x2 43 toneladas 245 cv
Semirreboque 3 eixos LS + cavalo 4x2 41,5 toneladas 236 cv
Semirreboque 3 eixos LS + cavalo 6x2 48,5 toneladas 276 cv
Semirreboque Canguru + cavalo 4x2 43 toneladas 245 cv
Semirreboque Canguru + cavalo 6x2 50 toneladas 285 cv
Semirreboque Vandeleia + cavalo 4x2 46 toneladas 262 cv
Semirreboque Vandeleia + cavalo 6x2 53 toneladas 302 cv
Bitrens de 7 eixos 57 toneladas 325 cv
Bitrens de 9 eixos, Rodotrens e Tritrens 74 toneladas 422 cv


Configurações polêmicas
Agora que você já sabe qual deve ser a potência mínima do cavalo mecânico para tracionar os implementos mais comuns do transporte brasileiro, que tal descobrir também qual deve ser a potência para tracionar outros dois implementos polêmicos? 

Como já era de se imaginar, estamos falando dos semirreboques dotados de 4º eixo e dos super rodotrens (11 eixos). Apesar de serem considerados ilegais atualmente, ambos encontram-se em fase de estudos técnicos que podem resultar na homologação e autorização para a circulação. Confira agora qual deverá ser a potência mínima do cavalo mecânico para tracionar estes implementos, caso sejam aprovados:

Configuração PBTC Potência mínima
Semirreboque com 4º eixo 58,5 toneladas 334 cv
Super rodotrem 91 toneladas 519 cv

Prejuízos da potência incorreta
Além de prejudicar a trafegabilidade nas rodovias, a utilização de cavalos mecânicos com potências inferiores aos limites estabelecidos pela legislação pode acarretar uma série de prejuízos aos próprios transportadores. Destaque para, o aumento considerável no consumo de combustível, desgaste excessivo de pneus e custos elevados de manutenção, devido as quebras prematuras de componentes.

Vale lembrar ainda que os motoristas flagrados conduzindo veículos de carga com potência inferior a mínima determina estarão cometendo uma infração de natureza grave,  que  prevê multa no valor de R$ 195,23 e a retenção do veículo para regularização como medida administrativa.

Sua opinião 
Agora que você já conhece a potência mínima que os cavalos mecânicos devem ter para tracionar os principais tipos de implementos, nos diga: Você concorda com os atuais limites mínimos estabelecidos pela legislação brasileira? Se não, qual seria o mínimo ideal para cada combinação de veículo de carga? Responda nos comentários abaixo: 


Postar um comentário

0 Comentários