Mercado de ônibus recua 33% em 2020

Mercedes-Benz/Divulgação
Diretamente impactado pela pandemia de Covid-19 (Coronavírus), o mercado brasileiro de ônibus encerrou 2020 registrando uma significativa queda no número de vendas e emplacamentos. Os números são confirmados pelo relatório da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

De acordo com os dados da entidade, 1.551 ônibus foram licenciados em todo o país no mês de dezembro, recuo de 11,07% em relação a novembro, quando foram emplacados 1.744 unidades. Em relação a dezembro de 2019, quando foram licenciados 2.434 ônibus, o segmento registrou uma queda de 36,28%.

De janeiro a dezembro deste ano, foram emplacados 18.219 ônibus em todo país, queda de 33% em relação ao mesmo período de 2019 quando foram licenciados 27.193 unidades.


Mercedes-Benz na liderança
Apesar do cenário conturbado, a Mercedes-Benz se manteve na liderança do mercado brasileiro de ônibus com um total de 10.342 unidades emplacados e participação de 56,76%. A Volkswagen garantiu o segundo lugar no ranking com 4.257 ônibus licenciados e participação de 23,47%. Na terceira posição aparece a Marcopolo com 1.981 ônibus emplacados e participação de 10,87%. Já a IVECO garantiu o quarto lugar do mercado nacional com um total de 726 unidades licenciadas e participação de 3,98%. Em quinto lugar, a Volvo registrou até dezembro 444 ônibus emplacados, número que garantiu uma participação de 2,44%. Já a Scania, garantiu a sexta colocação com um total de 401 ônibus emplacados e participação de 2,20% nos doze meses de 2020. A sétima colocação do ranking de mercado foi ocupada pela Agrale com 45 emplacamentos e participação de 0,25%. Por fim, a BYD garantiu a oitava colocação no mercado com 18 unidades emplacadas e participação de 0,10%.

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI 


Postar um comentário

0 Comentários