2020 chega ao fim com mais de 89 mil caminhões novos em circulação

Mercedes-Benz/Divulgação
Em total ritmo de recuperação dos impactos da pandemia de Covid-19 (Coronavírus), o mercado brasileiro de caminhões encerrou 2020 registrando uma queda menor do que a esperada.

De acordo com o balanço oficial da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), ao longo do mês de dezembro foram emplacados 9.639 caminhões em todo país, crescimento de 15,74% em relação a dezembro de 2019 quando foram emplacados 8.328 caminhões.

No comparativo com o mês anterior, novembro de 2020, quando foram emplacados 9.022 veículos, o mercado brasileiro de caminhões apresentou uma alta de 6,84%, segundo os dados da entidade.

Já o acumulado de 2020 foram emplacados em todo o Brasil 89.207 caminhões, recuo de 12,31% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram emplacados 101.733 caminhões. 

“Os fabricantes de caminhões tiveram muita dificuldade para atender à demanda, por conta da retração da produção, provocada pela pandemia, na indústria. A boa oferta de crédito e a melhora dos preços das commodities são fatores positivos, que impulsionaram e continuam mantendo a procura aquecida”, comenta Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.


Mercedes-Benz lidera o mercado
O relatório de vendas divulgado pela Fenabrave também traz um ranking de marcas. Destaque para a liderança incontestável da Mercedes-Benz com 3.193 caminhões emplacados em dezembro, número que garantiu uma participação de 33,13% no mercado e 30.081 caminhões emplacados de janeiro a dezembro de 2020, número que garantiu a marca uma participação total de 33,72%. 

Na segunda colocação está a VW Caminhões e Ônibus com 2.423 caminhões emplacados em dezembro (participação de 25,14%) e 25.594 emplacamentos de janeiro a dezembro (participação total de 28,69%).

Já a Volvo ocupa a terceira posição no ranking da Fenabrave com 1.755 caminhões emplacados em dezembro e (participação de 18,21%) e 14.975 emplacamentos nos doze meses de 2020 (participação total de 16,79%). 

A Scania encerrou o ano ocupando a quarta posição no mercado nacional. Segundo a Fenabrave, a marca sueca emplacou 1.321 caminhões em dezembro (participação de 13,70%) e 8.704 no acumulado do ano (participação total de 9,76%). 

Na quinta colocação aparece a IVECO com 597 unidades emplacadas em dezembro (participação de 6,19%) e um total de 5.065 emplacamentos de janeiro a dezembro (participação total de 5,68%).

A DAF garantiu a sexta colocação no mercado nacional com 286 caminhões emplacados em dezembro (participação de 2,97%) e um total de 3.831 unidades emplacadas no acumulado de 2020 (participação de 4,29%).

Pesados em destaque 
Ainda segundo a Fenabrave, dentre os cinco segmentos de caminhões existentes no mercado brasileiro, o de pesados liderou com folga a vendas no país, acumulando uma participação total de 48,94% em 2020.

10 caminhões mais vendidos em 2020
Volvo FH 540 - 5.870 unidades emplacadas
VW Delivery 11.180 - 4.458 unidades emplacadas
Volvo FH 460 - 3.936 unidades emplacadas
VW Constellation 24.280 - 3.577 unidades emplacadas
Scania R 450 - 3.576 unidades emplacadas
VW Delivery 9.170 - 3.199 unidades emplacadas
MB Actros 2651 - 3.131 unidades emplacadas
MB Atego 2426 - 2.527 unidades emplacadas
MB Accelo 815 - 2.186 unidades emplacadas
10º MB Accelo 1016 - 2.179 unidades emplacadas

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI 


Postar um comentário

0 Comentários