Magneti Marelli lança bico injetor do sistema dosador de Arla na reposição

Magneti Marelli/Divulgação
Lançada no segundo semestre deste ano, a linha de sistemas de alimentação para motores diesel da Marelli Cofap Aftermarket ganhou mais um integrante: o bico injetor do sistema dosador de ARLA. A novidade, que é um produto original da marca Magneti Marelli, vai facilitar a vida e aliviar o bolso dos caminhoneiros autônomos e frotistas já que, agora, eles podem adquirir apenas o injetor, sem a necessidade de substituir toda a unidade dosadora, o que proporcionará economia na hora da manutenção.

Com essa novidade, a empresa segue firme em sua estratégia de oferecer o maior portfólio para o mercado de reposição de autopeças, com componentes de qualidade reconhecida e permitindo ao consumidor fazer as manutenções periódicas com a melhor relação custo/benefício. O código do bico injetor é 501030ARLA e pode ser aplicado nos caminhões Scania (séries P, G, R e T 2012), MAN (TGX 2012) e DAF (CF85 e XF105 2012).

Os técnicos da Marelli explicam que, para atender a legislação de emissões vigente, alguns veículos diesel são equipados com um sistema conhecido com SCR (sigla em Português para Redução Catalítica Seletiva) capaz de contribuir para a redução de emissão de poluentes.  Para que esse processo ocorra, é injetado um agente químico, o ARLA 32, que provoca uma reação química dentro do catalisador com os gases produzidos no processo de combustão. Com isso, os gases nocivos (NOx) são transformados em água e nitrogênio, substâncias inofensivas ao meio ambiente.


A marca Magneti Marelli é referência mundial para sistemas de alimentação de combustível, sendo reconhecida inclusive nas principais categorias de esportes a motor, com maior destaque para a Fórmula 1. Líder de mercado, a marca é reconhecida também pela introdução do sistema Flexfuel no mercado automotivo brasileiro. Assim, a Magneti Marelli, com forte presença no mercado de equipamento original e de reposição, principalmente no segmento de alimentação de combustível, vem ampliar o seu espaço no mercado agregando cada vez mais produtos desenvolvidos para os sistemas alimentados a diesel.

Arla 32
A maioria dos veículos pesados produzidos no Brasil conta com a tecnologia SCR.  Os técnicos da Marelli alertam que, para que o sistema funcione corretamente, é fundamental utilizar apenas o Arla 32 com a qualidade atestada pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Caso contrário, haverá comprometimento do controle de emissões, afetando, consequentemente, o desempenho do motor, gerando maior consumo e desgaste. Além disso, o uso de produtos com origem duvidosa aumenta o risco de multas e até mesmo apreensão do caminhão ou do ônibus.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários