Caminhões Kenworth e Peterbilt "escalam" 4.302 metros e conquistam o topo de Pikes Peak sem emitir poluentes

Paccar/Divulgação
O Grupo Paccar registrou no último mês um novo marco histórico. Dois cavalos mecânicos elétricos, pertencentes à Kenworth e a Peterbilt, "escalaram" 4.302 metros de altura e conquistaram o topo de Pikes Peak,  no Colorado, nos Estados Unidos.

Segundo o grupo, ao longo de todo o percurso, composto por 156 curvas sinuosas e ziguezagues, graus de subida, entre 7% e 10%, ganho de elevação de 1.432 metros até o topo e distância total de 19,99 quilômetros, ambos os modelos apresentaram uma excelente dirigibilidade e potência.

“Estamos muito entusiasmados com o trabalho que a Kenworth e a Peterbilt têm feito no desenvolvimento de tecnologia de emissão zero. Vencer Pikes Peak demonstra a liderança da PACCAR em células de combustível e eletrificação de veículos comerciais”, disse Kyle Quinn, Diretor de Tecnologia da PACCAR.


Sobre os caminhões
Equipado com uma célula de combustível que oferece 470 cavalos de potência e autonomia para até 563 quilômetros, com tempo de recarga de 15 minutos, o Kenworth T 680 faz parte de um projeto em conjunto com a Toyota Motor North America que visa o desenvolvimento de dez modelos movidos por um conjunto de motor e propulsão elétricos de célula de combustível de hidrogênio.

“Atingir o topo de Pikes Peak é uma grande conquista para o caminhão elétrico de célula de combustível Kenworth T680. Os caminhões Kenworth T680 serão colocados em operação junto aos nossos clientes no porto de Los Angeles nos próximos meses”, disse Kevin Baney, Gerente Geral da Kenworth e Vice-Presidente da PACCAR. “O abrangente programa de emissões zero da Kenworth também inclui os veículos elétricos Kenworth T680E Classe 8 e os veículos de porte médio Kenworth K270E e K370E com bateria.”

Já o Peterbilt Modelo 579EV, que escalou Pikes Peak, conta com um conjunto de motor totalmente elétrico, composto por baterias de fosfato de ferro de lítio termicamente controladas que garantem uma autonomia para até 241 quilômetros. Ideal para transporte regional, portos, coleta e entrega, e operações de entrega ao consumidor, o modelo conta com 670 cavalos de potência, sistema de frenagem regenerativa e um tempo médio de recarga de 3 a 4 horas.

“Levar o Peterbilt Modelo 579EV ao topo da ‘Montanha da América’ é um marco importante para a Peterbilt e toda a nossa linha de veículos comerciais elétricos a bateria. Ser o primeiro caminhão elétrico de classe 8 a subir Pikes Peak é uma validação adicional de todos os quilômetros rodados no mundo real, que a Peterbilt acumulou em toda a nossa frota de teste de EV e demonstra que estamos prontos para entregar veículos direto de nossa linha de produção aos clientes no próximo ano”, disse Jason Skoog, Gerente Geral da Peterbilt e Vice-Presidente da PACCAR.


Postar um comentário

0 Comentários