PRF intensifica fiscalização de excesso de peso na região de Leopoldina (MG)

Agência PRF/Divulgação
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está intensificando a fiscalização de excesso de peso nas unidades da Delegacia de Leopoldina (MG), que abrange as Unidades Operacionais de Leopoldina, Muriaé e Fervedouro. A ação busca a redução dos acidentes viários e a manutenção das condições de preservação das rodovias.

O peso bruto total (que é a soma do peso do veículo mais o peso da carga transportada) é regulado por resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e portaria do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), e o seu excesso afeta diretamente as condições de segurança do veículo, interferindo na direção, tempo de frenagem e controle da velocidade, além de diminuir o tempo de vida útil do sistema de suspensão, provocando desgaste excessivo dos pneus, molas e outros componentes.

O pavimento asfáltico da rodovia também sofre com o excesso de peso, ocasionando danos que, com o passar do tempo, se transformam em buracos, rachaduras e irregularidades na pista.


No atual ano de 2020 a Polícia Rodoviária Federal lavrou diversos autos de infração de trânsito relacionados ao tema, e o excesso de peso verificado nos veículos de carga já chega à marca de 503 toneladas.

Nos casos em que é constatada a irregularidade os caminhões são removidos para um pátio credenciado para realização de transbordo. Tal medida administrativa é prevista no Código de Trânsito Brasileiro e é imprescindível para o prosseguimento da viagem.

Com tais medidas a Polícia Rodoviária Federal procura proporcionar aos usuários das rodovias um trânsito mais seguro e uma viagem mais tranquila.


Postar um comentário

0 Comentários