Semana Nacional do Trânsito: Áreas de escape salvam vidas

CSM/Divulgação
“Hoje nasci de novo”, declarou o caminhoneiro Edivaldo de Barro, 34 anos, após entrar na área de escape do km 667, em Guaratuba, PR, na tarde de um sábado de abril. No dia 4, o relógio marcava 15h40, quando ele precisou segurar firme e direcionar o veículo, com 11 toneladas de carne, pela faixa quadriculada na pista e suspirar aliviado ao adentrar no dispositivo de segurança. 

Segundo Edivaldo, na curva anterior, quando estava descendo a Serra de Guaratuba, ele já notou que havia algo errado com o sistema de frenagem. Essa era a quarta vez que o motorista passava pelo trecho e, portanto, já tinha visto o dispositivo de segurança.

As estatísticas demonstram que ele não está sozinho entre os caminhoneiros que perdem os freios durante uma viagem. Na BR-116 e na BR-376, de 2011 até o final de agosto, foram 324 entradas, entre caminhões e ônibus, 471 vidas salvas nos dispositivos de área de escape administradas pela Arteris. Com atuação em cinco Estados, a concessionária já investiu R$ 28,5 milhões nesses dispositivos de segurança. 


Durante a Semana Nacional do Trânsito, realizada entre 18 e 25 de setembro, com o objetivo de incentivar um trânsito mais seguro, é importante lembrar o quanto a tecnologia e a infraestrutura investidas nas rodovias podem salvar vidas. A operação conjunta das duas áreas de escape da BR-376, no Paraná, desde novembro de 2019, possibilitou a redução de 71% nas fatalidades por acidentes com veículos pesados no trecho entre o km 666 e o km 681, descida da serra.

“Os números demonstram o quanto os investimentos e infraestrutura são um caminho eficaz para promover a segurança viária. Temos orgulho de aplicar a mais alta tecnologia em áreas de escape nas nossas rodovias e de ter dispositivos que são modelo para o mercado”, afirma Sérgio Garcia, diretor executivo de operações da Arteris.
Arteris/Divulgação
FONTE:
Arteris

Postar um comentário

0 Comentários