Emplacamento de caminhões volta a crescer em maio

Após dois meses consecutivos amargando os efeitos da pandemia de COVID-19 (Coronavírus) e registrando números negativos, o mercado brasileiro de caminhões voltou a reagir e encerrou o mês de maio com crescimento no número de emplacamentos.

De acordo com os dados da entidade, 4.736 caminhões foram emplacados em maio, crescimento de 21,13% em relação a abril, quando foram emplacados 3.910 modelos. Entretanto, em relação a maio de 2019, quando foram licenciados 9.197 caminhões, o segmento registrou no quinto mês deste ano um recuo significativo de 48,50%.

Já nos cincos primeiros meses de 2020 foram emplacados 28.870 caminhões em todo o país,  queda de 26,09% em relação ao mesmo período de 2019 quando foram licenciados 39.061 caminhões.

“Tivemos crescimento, embora ainda lento, mas consistente, das vendas de Caminhões, principalmente, os Pesados e Extra Pesados, em virtude da safra de grãos e do agronegócio, que representam quase 50% das exportações brasileiras”, declara Sérgio Dante Zonta, Vice-Presidente de Caminhões, Ônibus e Implementos Rodoviários da FENABRAVE.

Em sua avaliação, como os caminhões estão sendo muito demandados, também, pelo transporte de itens essenciais ao País, durante a pandemia, houve aumento de procura por esse tipo de veículo. “Também as taxas de juros e prazos, para financiar caminhões, estão voltando à normalidade e se tornando mais atraentes”, considerou Zonta.


Pesados seguem em destaque 
O segmento de pesados segue liderando com folga o mercado brasileiro de caminhões. Segundo a Fenabrave, o segmento acumulou uma participação total de 49,17% no período.

10 caminhões mais vendidos até maio:
1º - Volvo FH 540 - 2.041 unidades
2º - Volvo FH 460 - 1.457 unidades
3º - VW Delivery 11.180 - 1.453 unidades
4º - VW Constellation 24.480 - 1.201 unidades
5º - DAF XF105 - 1.196 unidades
6º - VW Delivery 9.170 - 1.005 unidades
7º - Scania R 450 - 975 unidades
8º - MB Accelo 815 - 822 unidades
9º - MB Actros 2651 - 821 unidades
10º - MB Atego 1719 - 814 unidades

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários