Jamef conta com tecnologia de ponta para garantir maior proteção de motoristas carreteiros

Jamef/Divulgação
Com foco na saúde e no bem-estar de motoristas carreteiros, a Jamef criou o projeto “Segurança Embarcada”. Desenvolvido pela Central de Tráfego, a iniciativa garante que as viagens sejam realizadas com total segurança.

O projeto conta com duas modalidades de segurança: a Telemetria e o Sensor de Fadiga. Ambas as tecnologias estão inseridas juntamente com o vídeo de monitoramento em toda a frota de transferência da empresa. De acordo com o diretor de operações da Jamef, Pedro Maniscalco, a Telemetria utilizada é a mais completa do mercado, porque traz um leque de informações sobre a condução de cada veículo, além de ter a possibilidade de criar cercas eletrônicas que podem controlar a velocidade de forma mais assertiva em perímetros ou vias.

O executivo também ressalta a importância do uso do Sensor de Fadiga nas frotas de transferência. “Caso o motorista apresente sinais de fadiga ou sonolência, o sensor emite um alerta na cabine e para a central, permitindo que um operador tenha acesso à imagem interna do veículo e faça uma avaliação física do condutor. Caso o operador identifique sinais de cansaço, pode interagir no módulo de voz e orientar o motorista, solicitando que faça um descanso na próxima parada”, explica.


Para garantir ainda mais segurança nas viagens, o módulo de voz do Sensor de Fadiga, permite um diálogo entre a Central e o condutor diretamente pela câmera, sem utilização de celular ou qualquer outro dispositivo.

A tecnologia foi inserida há um pouco mais de um ano na frota da empresa e os resultados são muito positivos e satisfatórios. “Nossos encarregados contam que há grande aceitação por parte dos motoristas, pois entenderam que o sistema é para a própria segurança de cada um deles que, além de serem nossos motoristas, também são pais, filhos e deixaram suas famílias em casa esperando por eles”, explica o Maniscalco.

Com a segurança embarcada, a empresa consegue atuar preventivamente, evitando acidentes e conscientizando os condutores sobre as melhores práticas de direção.
FONTE: Jamef

Postar um comentário

0 Comentários