Caminhoneiros podem ter direito ao benefício de R$ 600 do governo federal

José Mário Dias/Blog da IVECO
O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sancionou nesta semana a lei que prevê o pagamento de um auxílio emergencial de R$ 600,00, a trabalhadores de baixa renda prejudicados pela pandemia do COVID-19 (Coronavírus).

Entretanto, uma proposta (PL 873/2020) também aprovada nesta semana pelo Senado, pode estender o benefício a novas categorias, como por exemplo, profissionais ligados ao transporte, incluindo caminhoneiros, uma das principais categorias responsáveis pela continuidade do abastecimento do país durante o estado de calamidade.


Segundo o relator, senador Esperidião Amin (PP-SC), a iniciativa contempla os autônomos e informais que ficaram de fora do primeiro projeto que garante o pagamento do benefício, conhecido popularmente como Coronavoucher, por até três meses.

Apesar da aprovação no senado, é necessário  que o PL 873/2020 ainda passe por apreciação e votação na Câmara dos Deputados, para posteriormente seguir para sanção ou veto da Presidência da República.

Confira na íntegra o PL 873/2020: CLIQUE AQUI

Outros benefícios para caminhoneiros autônomos
Também tramita no Senado, uma proposta que isenta caminhoneiros autônomos e cooperados do pagamento da tarifa de pedágio enquanto durar o estado de calamidade.

LEIA: Caminhoneiros autônomos podem ficar isentos do pedágio durante pandemia

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários