Vendas do Delivery Express crescem 167% em 2019

VWCO/Divulgação
O Volkswagen Delivery Express, também conhecido como DLX, encerrou 2019 reforçando de maneira significativa a presença nos grandes centros urbanos brasileiros. 

Segundo os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o modelo que integra o segmento dos comerciais leves com 3 a 3,5 toneladas de Peso Bruto Total (PBT) encerrou 2019 com um total de 3.497 unidades comercializadas em todo o país e com crescimento de 167% em relação ao ano anterior, quando foram licenciadas 1.300 unidades.

Com o resultado, a participação de mercado do caminhão que todos podem dirigir – já que a condução do DLX exige apenas a carteira B – passou de 11% para 24.4%.

“Em seu primeiro ‘ano cheio’ no mercado, o DLX demonstrou que veio para conquistar a liderança, com aceitação imediata dos nossos clientes. Estamos orgulhosos dos resultados de 2019 e sabemos que podemos ir ainda além, uma vez que nosso produto possui atributos que o tornam a melhor opção para os mais diversos tipos de negócio”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


Sobre o VW DLX
Apresentado ao mercado brasileiro em 2017, o Delivery Express se destaca pelo conforto de automóvel combinado com a robustez de um caminhão. Ideal operações de distribuição em grandes centros urbanos, o DLX tem como principais atributos, a agilidade dos automóveis em manobras rápidas, a possibilidade de ser guiado por motoristas com carteira de habilitação categoria B, a trafegabilidade em áreas onde a circulação de caminhões é restrita e o pagamento de pedágio no valor de um automóvel, já que o modelo possui rodado simples na traseira.

Para garantir a melhor potência e torque da categoria, o modelo conta com motor Cummins ISF de 2,8 litros, que entrega 150 cv, torque máximo de 360 Nm e tecnologia EGR, que dispensa o uso de Arla 32, combinado com Eaton ESO-4106 de seis velocidades.

E para agilizar sua entrada em operação, o Delivery Express pode sair com implemento de fábrica. O cliente pode escolher entre carga seca ou baú, com todas as garantias desses equipamentos preservadas por seu fabricante, a Randon. Além disso, os caminhões passam a dispor da instalação da câmera de ré pelo parceiro exclusivo da marca, o BMB. Os implementos tiveram um projeto cuidadosamente desenvolvido pela Randon para os caminhões VW.

LEIA: Delivery Express: Um caminhão para motoristas categoria B

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: VWCO
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários