Millenium Transportes planeja investir mais de R$2,5 milhões em renovação de frota

Millenium Transportes/Divulgação
O ano de 2019 foi um período complexo para a economia brasileira e de grandes desafios para o mercado de transportes. Para se adaptar a essa realidade e manter o ritmo de crescimento esperado, algumas empresas buscaram qualificação e especialização em determinados nichos de atuação, investiram em ferramentas que otimizassem tempo e garantissem a entrega de serviços acima das expectativas ao consumidor final. A Millenium Transportes, especializada em mudanças de todos os portes, a nível nacional e internacional, uma das grandes transportadoras de obras de arte e sensíveis do país, está entre as empresas que compõe este cenário e segue otimista para 2020.

De acordo com estudo realizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), o país demandará a construção de 14 milhões de novas moradias até 2025, acelerando o ritmo do mercado imobiliário e, consequentemente, o de mudanças residenciais, nicho responsável pelo bom desempenho da empresa. “No último ano tivemos aumento de 50% em movimentações de mudanças, boa parte delas por pessoas em busca de adequação à nova realidade de preços de alugueis e, outras, por pessoas que se mudaram para imóveis novos. Começamos 2020 com um fluxo de trabalho intenso, o que alimenta nossas expectativas em um período próspero”, comenta Laércio E. Silva, sócio fundador e CEO da Millenium Transportes.


Pensando no aperfeiçoamento contínuo do atendimento ao cliente e suas necessidades, no segundo semestre do ano passado a Millenium investiu aproximadamente R$180 mil em um novo sistema de gestão de armazenagem, que está atualmente em fase de implantação e treinamentos. Por ele é possível realizar o controle e fluxo de estoque, entradas e saídas, status de mercadoria, imagens dos produtos e categorias e relatórios gerenciais.

Diante do otimismo que impulsiona 2020, a Millenium prevê ainda investimentos na casa dos R$2,5 milhões, direcionados à renovação de alguns carros e equipamentos de frota, que hoje somam 35 veículos, entre caminhões com suspensão a ar, caminhões munk e caminhões com baús climatizados. Com faturamento anual em torno de R$30 milhões, o índice de crescimento previsto pela empresa, por todo o cenário apresentado, é de 30% até o final deste ano.
FONTE: Divulgação

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Olá boa tarde é de uma empresa desse porte que o meu Estado precisa tenho certeza que tiraria muitos empregos para todos nós 👏 parabéns continuem assim que prosperem sempre.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.