Governo Federal lança programa Roda Bem Caminhoneiro

Carboni IVECO
Com o objetivo de fomentar o cooperativismo no transporte rodoviário de cargas brasileiro e garantir uma qualidade de vida aos caminhoneiros autônomos, o Governo Federal lançou nesta quinta-feira, 19 de dezembro o programa Roda Bem Caminhoneiro.

Resultado de uma parceria entre os ministérios da Cidadania e da Infraestrutura, o programa prevê um investimento de R$ 18 milhões em um período inicial de 18 meses afim de propiciar as cooperativas um assessoramento técnico, apoio em infraestrutura, abastecimento próprio, escritório-contêiner dotado de computador com software de gestão e sistema de pregão eletrônico para compra coletiva. A previsão do Governo Federal é de que 100 cooperativas, entre novas e existentes, sejam atendidas pelo programa em diferentes regiões do país.

“Há um desequilíbrio entre o transportador autônomo e quem transporta em grande escala. O que nós estamos proporcionando aos caminhoneiros é eles terem oportunidade de terem escala. Os R$ 18 milhões são para dar esse impulso inicial às cooperativas", disse o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Além do apoio na aquisição de óleo diesel o Programa Roda Bem Caminhoneiro prevê ainda a criação de um aplicativo de celular, onde os motoristas cooperados terão, por exemplo, acesso a uma central de compras digital que proporcionará redução no preço dos insumos necessários para o transporte rodoviário de cargas, como óleo diesel, lubrificantes, pneus e peças. O programa também fortalecerá a negociação de frete diretamente com os embarcadores como indústrias, empresas do agronegócio e cooperativas de produtores, também em ambiente digital.


"Terão um tanque de combustível para que a cooperativa tenha como começar o seu trabalho, podendo ter um combustível mais barato, todo o equipamento, pneus mais baratos, sem a figura do intermediário que encarece todo o processo", completou o ministro.

O programa Roda Bem Caminhoneiro também ofertará cursos de qualificação pela modalidade de ensino a distância nas mais diversas áreas, como gestão de cooperativas, direção defensiva e prevenção ao uso de drogas. “Há a necessidade de se especializar, de se preparar para competir, de estar em condições para entrar de forma mais agressiva, mais profissional, nesse mercado”, destacou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes. Segundo ele, a capacitação irá colaborar para o desenvolvimento do setor, impulsionando o mercado. “Entendo que é um projeto transformador para a categoria porque vai dar suporte em gestão. Vamos ter o desenvolvimento de softwares, vamos ter capacitação e vamos poder nos valer dos benefícios do cooperativismo”, apontou.

Gestão 
Vencedora do edital lançado em novembro, a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar (Unicafes) será a responsável pela gestão do Programa. A entidade tem 700 cooperativas associadas nas cinco regiões do país e articula iniciativas econômicas para a ampliação de oportunidades de trabalho, geração de renda e produção de alimentos.

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: Ministério da Cidadania
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

6 Comentários

  1. Os caminhoneiros autónomo estão precisando de um aplicativo gerenciado pelo governo Federal e estadual, para assim terem a autonomia de negociar direto com o dono da carga ou da transportadora sem ter que passar por um agenciador ou atravessador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima ideia,em se tratando em toda cadeia produtiva do agronegócio,os atravessadores é um problema, é como se a categoria carregasse esse povo nas costas,tem certo tipos de sindicato q defende o trabalhador entre aspas.

      Excluir
  2. Governo vagabundo ficam fazendo rodeio com nós autônomos,ficam lançando progetos q todo mundo sabe q não vai ajudar em nada e gastando o dinheiro da população com uma coisa q não vi levar a nada,quer ajudar abaixa o preço do óleo,faça uma tabela de frete minimo descente,policiamento reforçado nas estradas contra o roubo de cargas,isso são algumas coisas q ajudam agora isso aí só pra enganar bobo e falar q tá fazendo alguma coisa pela classe,fica a dica blz

    ResponderExcluir
  3. UNKNOWN. VC NEN CAMINHONRIRO É SIM UM CRITICO LANBE SAL QUE TORCE PARA O PAIS IR MAL. ROBOZINHO DA ESQUERDA UOL E FOLHA.

    ResponderExcluir
  4. Mto pouco pra uma categoria tão grande 18 milhões esmola p partidos políticos 2 bilhões olha a diferença estamos sendo enganados novamente Petrobrás com maiores lucros da história políticos de bolso cheio todos eles sem exceção acorda pessoal conversa fiada 18 milhões não faz nada

    ResponderExcluir
  5. Realmente se todos os autônomos se organizar em uma cooperativa, a nível nacional, formariam uma maga transportadora, e poderiam tirar não só o atravessador como também um porre de transportadora que não tem nenhum caminhão. fica aí a dica. um abraço

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.