Mercado de implementos acumula crescimento de 40% de janeiro a agosto

Usicamp Implementos/Divulgação
O mercado brasileiro de implementos rodoviários encerrou o mês de agosto mantendo um crescimento superior a 40%. Entretanto, a diferença no número de emplacamentos entre os segmentos leve e pesado, sinaliza para a necessidade de uma avaliação mais cautelosa em relação a recuperação do setor.

De acordo com os números divulgados pela Associação Nacional do Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR), de janeiro a agosto de 2019, 78.465 unidades foram emplacadas em todo o país, crescimento de 40,61% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram emplacadas 55.804 unidades.

Considerando cada segmento separadamente, ao longo dos oito meses de 2019 foram comercializados 42.527 reboques e semirreboques, crescimento de 51,16% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram comercializadas 28.133 unidades. 

Já o segmento de carrocerias sobre chassi encerrou os oito meses do ano com um total de 35.938 unidades comercializadas, crescimento de 29,88% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram comercializadas 27.671 unidades.


A diferença entre os dois segmentos chega a 6.500 unidades. “Essa situação mostra que devemos manter a cautela quanto a recuperação de mercado porque a economia nos centros urbanos não reagiu com força e já estamos no segundo semestre de 2019” alerta Norberto Fabris, presidente da ANFIR- Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários. 

Fenatran
Na avaliação da Anfir, a Fenatran 2019, que acontecerá de 14 a 18 de outubro em São Paulo, poderá trazer mais impulso à recuperação de mercado do setor fabricante de implementos rodoviários. Em 2017, os 21 participantes ao evento informaram ter realizado negócios envolvendo a venda de 2 mil Reboques e Semirreboques e 150 Carrocerias sobre chassis. Na edição 2019 a indústria de implementos rodoviários terá 46 representantes. “Com mais que o dobro de associados no evento somado ao fato que estamos em plena curva positiva de recuperação é bem provável que as empresas realizem negócios”, afirma. “No entanto a feira tem atraído mais clientes do segmento Pesado”, aponta e conclui: “esperamos que o segundo semestre traga algum alento para os negócios urbanos que impulsionam as vendas de Carroceria sobre chassis”.

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: Anfir

Postar um comentário

0 Comentários