ANTT e Grupo ESALQ-LOG iniciam segundo ciclo de reuniões sobre a tabela de fretes

LOGmix
Dando continuidade ao projeto de revisão da regulação da Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC), conhecida popularmente como tabela de fretes, instituída pela Lei nº 13.703/2018, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (FEALQ)/Grupo ESALQ-LOG, realizam na próxima sexta-feira, 26 de setembro, o segundo ciclo de reuniões de “PROPOSTAS PARA OS PISOS MÍNIMOS DO FRETE”. 

As reuniões fazem parte da programação definida no contrato entre a FEALQ e a ANTT, assinado em dezembro de 2018, oficializando a parceria e o apoio do Grupo ESALQ/LOG no projeto de revisão e aprimoramento da regulamentação da PNPM-TRC.

Segundo a instituição, o novo ciclo de reuniões discutirá a possibilidade de serem fixados pisos mínimos de frete para o transporte de cargas que tenham custos operacionais diferenciados, tais como vidros, animais vivos, guincho, granéis em silo pressurizado e cargas aquecidas.

Os encontros terão como objetivo coletar opiniões e sugestões a respeito do aprimoramento da regulação da PNPM-TRC, reunindo profissionais dos segmentos envolvidos nas cadeias logísticas brasileiras, como transportadoras, embarcadores e autônomos.


O evento
Realizado na a sede do Grupo ESALQ-LOG, o evento será divido por temas, sendo discutidos os aspectos gerais de cada carga especial. As reuniões acontecerão de forma simultânea, sendo realizadas duas no período da manhã e duas no período da tarde.

No primeiro período, das 9h às 12h, em salas distintas, serão coletadas as sugestões a respeito das cargas a granel em silo pressurizado, vidro e cargas aquecidas. No segundo período, realizado em salas distintas das 14h às 17h, o encontro abordará as cargas de guincho e animais vivos.

Contribuições
Para os motoristas autônomos, transportadoras, cooperativas e embarcadores interessados em contribuir com os debates relacionados a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC) disponibiliza um questionário.

De acordo com a ESALQ-LOG, questionário tem como objetivo coletar informações para compor os indicadores técnicos e operacionais do custo operacional total na formulação do piso mínimo de frete no transporte rodoviário de cargas. A entidade ainda ressalta que divulgação destas informações não terá caráter de atualização do RNTRC.

Ainda segundo a ESALQ-LOG, As informações coletadas neste questionário serão sigilosas e em nenhum momento serão divulgadas identificando nominalmente os entrevistados.

Os interessados podem responder o questionário CLICANDO AQUI.

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: ESALQ-LOG
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários