Scania desenvolve modelo G 370 6×2 super curto para operações na construção civil

Scania/Divulgação
Confirmando mais uma vez a capacidade de desenvolver e produzir caminhões que atendam de forma específica os diferentes tipos de operações e necessidades, a Scania entregou recentemente a transportadora holandesa, Venus Containers, um modelo G 370 6x2 super curto.

Desenvolvido especialmente para operações de coleta e entrega de caçambas em canteiros de obras e operações urbanas, o modelo inédito se destaca pela capacidade de carga (transporte de caçambas de até 10 m³) e pela tração 6x2 com dois eixos direcionais, combinada com um entre-eixos de apenas 3,15 metros, características que garantiram uma excelente manobrabilidade e dirigibilidade. 

O Scania G 370 super curto conta ainda com um moderno sistema de câmeras na parte frontal, que elimina os pontos cegos, parachoque dianteiro reforçado e com uma projeção de 4 centímetros pra frente, característica que eleva de forma considerável a proteção dos faróis e da grade frontal. A lista de atributos do modelo é completada pela cabine com teto super baixo que minimiza o risco de choque com árvores e demais obstáculos comuns em centros urbanos, transmissão Opticruise e suspensão a ar. 

Segundo a empresa holandesa, a escolha do modelo Scania foi baseada na opinião dos motoristas e influenciada pela restrição a circulação de caminhões Euro3 com mais de 15 anos de uso na cidade de Utrecht, Holanda. “Bons motoristas são escassos e vários deles são muito a favor da Scania. Se eles querem uma Scania, não há razão para não cumprir. Eles são qualificados e sabem o que funciona melhor ”, diz o proprietário Robbert Tammer.

"Não queríamos comprometer a capacidade de manobra. Juntamente com o revendedor, montamos todos os componentes necessários dentro desta curta distância entre-eixos. O resultado é um caminhão com as mesmas características de um veículo de dois eixos, em conformidade com os regulamentos. Com este caminhão, podemos transportar com lucro um contêiner de 10 metros cúbicos", destacou com empresário. 

Ainda segundo Tammer, nos primeiros meses de operação, o Scania G 370 super curto já tem se destacado pela significativa redução no consumo de combustível. "Eu posso ver pelos relatórios semanais da Scania Fleet Management que o caminhão está rodando ainda mais economicamente do que os veículos 4x2 que nós começamos a usar no ano passado", concluiu.

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários