Por que o quebra-sol se tornou um opcional na nova geração Scania?

Scania/Divulgação
Desde o lançamento oficial da nova geração de caminhões Scania no Brasil em outubro de 2018, o quebra-sol se tornou um dos pontos de maior polêmica e discussão entre entusiastas da marca, caminhoneiros e transportadores.

Ao contrário do que muitos imaginavam, o quebra-sol não deixou de ser um item compõem os novos caminhões da montadora sueca, apenas deixou de ser um item de série e passou a ser um acessório opcional. 

A primeira vista, a mudança pode parecer simples e apenas uma tentativa de reduzir custos de produção. Entretanto, a mudança vai muito além disso e prioriza na verdade a redução de custos das operações de transporte, especialmente no segmento rodoviário de longa distância. 

Segundo a própria Scania, a presença ou ausência do quebra-sol está diretamente ligada as características de cada operação e a questão aerodinâmica, que influência diretamente no consumo de combustível, responsável por aproximadamente 46% de todos os custos do transporte.

Ciente destes fatos, a montadora explica que para operações cuja velocidade é maior que 80km/h, por exemplo, rodoviárias de longa distância, recomenda-se que o quebra-sol seja interno e não externo. Isso porque, a presença de mais um componente na parte externa da cabine, eleva a resistência do ar e consequentemente aumenta o consumo de combustível. 

E para garantir o conforto ideal, o quebra-sol interno foi aprimorado e recebeu características que o tornam ainda mais eficientes do que a versão externa, como por exemplo, dois estágios de bloqueio da luz solar que podem ser desdobrados ou dobrados de acordo com a necessidade de cada motorista. Veja: 
Lucas Duarte/Portal Caminhões e Carretas
Por outro lado, ao contrário do segmento, o quebra-sol já um item recomendado para operações fora-de-estrada. Segundo a Scania, isso acontece porque as velocidades médias são mais baixas, com isso a resistência do ar não eleva o consumo de combustível. Além disso, neste tipo de operação o quebra-sol ainda pode atuar como uma proteção para o para-brisa.

Esclarecidas as dúvidas e o motivo da mudança, vale ressaltar ainda que caso o cliente ainda tenha preferência pelo quebra-sol, o item pode ser incluído no pedido no momento da compra do veículo.

Redução de até 12% no consumo de combustível

Segundo a Scania, ao combinar a aerodinâmica dos novos veículos (2%) com as novidades de motorização (8%) e com as inovações do Scania Opticruise (2%), a nova geração de caminhões Scania entrega uma economia de até 12% no consumo de diesel em relação aos modelos anteriores.

LEIA: Nova geração de caminhões Scania garante redução de até 12% no consumo de diesel

TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

1 Comentários

  1. QUERO PARABENIZAR A SCANIA POR ESTA ATITUDE. EU JÁ VINHA COMENTANDO ISSO ENTRE OS COLEGAS E ATÉ PENSEI EM TIRAR DO MEU MB 2540. MAS, MEU PARCEIRO ACHOU MELHOR NÃO RETIRAR. ISTO É FÍSICA E PONTO.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.