Sucesso no primeiro trimestre de 2019: TRATON SE inicia o ano com um aumento de 22% nos lucros

A TRATON SE começou o ano com alta em seus resultados. Durante o primeiro trimestre de 2019, o GRUPO TRATON aumentou em 21,9% seus lucros operacionais em comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando aos 470 milhões de euros. Todas as três marcas (MAN, Scania e Volkswagen Caminhões e Ônibus) contribuíram para este resultado positivo. A receita das vendas aumentou 6,0% na comparação anual, gerando 6,4 bilhões de euros entre todas as marcas. Durante os primeiros três meses de 2019, o GRUPO TRATON vendeu 57.160 veículos em todo o mundo, um aumento de 7,4% em relação aos números de 2018. Este crescimento se deu principalmente graças ao desenvolvimento favorável contínuo de seus principais mercados europeus e brasileiro.
Andreas Renschler, CEO da TRATON e membro do Conselho Administrativo da Volkswagen AG, disse: “Continuamos nosso caminho em direção ao crescimento rentável, estabelecido na criação do Grupo. O Grupo registrou as maiores vendas de todos os tempos em um único trimestre. Nosso objetivo futuro permanece muito claro: queremos ser um Campeão Global independente na indústria do transporte. Com todo o apoio da Volkswagen AG, continuamos trabalhando na implementação da nossa estratégia.”

GRUPO TRATON: Três marcas fortes estabelecem as bases para o crescimento rentável
Com suas marcas MAN, Scania e Volkswagen Caminhões e Ônibus, o GRUPO TRATON é um líder global na fabricação de veículos comerciais, buscando o objetivo de criar um Campeão Global na indústria através do crescimento rentável, de inovações focadas no cliente e da expansão global. O Grupo declarou um lucro operacional de 470 milhões de euros, o que se reflete em um rendimento operacional de vendas de 7,3% (contra 6,4% no ano anterior).
Christian Schulz, CFO do GRUPO TRATON, disse: “Estamos em um bom momento. A TRATON começou bem 2019; com um rendimento de vendas de 7,3%, a tendência é chegar à meta superior da faixa entre 6,5 e 7,5%”.
O GRUPO TRATON atua em dois segmentos: Negócios Industriais e Serviços Financeiros. O ramo de Negócios Industriais engloba as três unidades operacionais: MAN Truck & Bus, Scania Vehicles & Services e Volkswagen Caminhões e Ônibus. Durante o primeiro trimestre de 2019, o segmento de Negócios Industriais gerou uma receita das vendas de 6,3 bilhões de euros, com um lucro operacional de 438 milhões de euros (contra 351 milhões de euros no ano anterior).
O fluxo de caixa líquido do primeiro trimestre de 2019 gerou 1,6 bilhão de euros, o que foi em grande parte favorecido pela venda da área de negócios de Power Engineering para a Volkswagen AG. Ajustado para este fator, o valor do fluxo de caixa ficou em -0,4 bilhão de euros, sendo impactado desproporcionalmente pelo inventário acumulado de todas as marcas. Esse acúmulo é de natureza sazonal e está aumentado como resultado das remediações com os gargalos de fornecedores no processo de produção da Scania. Como resultado, os prazos para entrega foram reduzidos. O GRUPO TRATON continua concentrado na faixa-alvo para a taxa de conversão de caixa (porcentagem de lucro líquido convertida em fluxo de caixa livre), que é de 30-40% em 2019.
O segmento de Serviços Financeiros oferece aos clientes uma ampla gama de opções, incluindo financiamento para concessionárias e revendedores, leasing, serviços bancários e produtos de seguro. Nos primeiros três meses de 2019, este segmento registrou um lucro operacional de 33 milhões de euros (contra 29 milhões de euros do ano anterior) e uma receita das vendas de 203 milhões de euros (comparado aos 179 milhões de euros do ano anterior).
Panorama das unidades operacionais
A MAN é uma fornecedora confiável de serviços completos, cujo objetivo é prestar suporte e facilitar as operações comerciais de seus clientes. A MAN registrou o maior número de entregas (24.970) entre as marcas TRATON, vendendo um número expressivamente maior de veículos no primeiro trimestre de 2019 (+13%) que no mesmo período do ano anterior. Além do aumento nas vendas de caminhões, a série de vans MAN TGE contribuiu para este relevante aumento contínuo. A receita das vendas da unidade operacional da MAN Truck & Bus cresceu cerca de 7%, chegando a 2,6 bilhões de euros. O lucro operacional aumentou cerca de 30% (122 milhões de euros), com rendimento de vendas de 4,7% (contra 3,8% do ano anterior).
A marca Scania é a líder em inovações premium para soluções em transporte sustentável. Com 23.580 caminhões e ônibus, a Scania entregou mais veículos no primeiro trimestre de 2019 que no mesmo período do ano anterior (+4%). A receita das vendas da unidade operacional da Scania Vehicles & Services subiu cerca de 11%, o que equivale a aproximadamente 3,4 bilhões de euros. O lucro operacional aumentou cerca de 24% (370 milhões de euros) como resultado de um maior volume de veículos e serviços e um positivo efeito cambial. O rendimento operacional das vendas da Scania Vehicles & Services nos primeiros três meses do ano foi de 11,0% (ano anterior: 9,9%)
Nos últimos 15 anos, a VWCO manteve uma posição de liderança no mercado brasileiro de caminhões. No primeiro trimestre, a demanda dos veículos VWCO cresceu pouco mais de 12%, chegando a 9.840 unidades. A melhora nos preços para o mercado brasileiro e uma oferta favorável de produtos foram fatores que contribuíram para uma receita das vendas mais pronunciada (21%, equivalente a 416 milhões de euros). A VWCO registrou lucros operacionais de 8 milhões de euros, com rendimento operacional de vendas de 2,0% (contra 0,5% do ano anterior).

Desempenho de vendas positivo nos principais mercados
Apesar do desempenho favorável nas vendas em geral durante os últimos três meses, o alto ritmo de crescimento dos anos anteriores diminuiu um pouco.
Durante o primeiro trimestre de 2019, as vendas unitárias de caminhões das marcas TRATON cresceram cerca de 10%, totalizando 52.950 veículos. Isso inclui a série de vans MAN TGE (3.120 unidades), que registrou um crescimento contínuo significativo. As entregas de ônibus caíram aproximadamente 18%, contabilizando 4.210 unidades devido às reduções no Oriente Médio, África e Rússia.
O desempenho em vendas de caminhões (não incluindo os MAN TGE) variou por região, enquanto a TRATON se beneficiou da força de seus principais mercados. Assim, a TRATON, junto com suas marcas MAN, Scania e VWCO permanece sendo a líder em vendas da região UE28+2 (União Europeia, Noruega e Suíça) com 31.950 caminhões entregues. O aumento de pouco mais de 17% na comparação anual se deve ao leve crescimento apresentado mais uma vez pelo mercado europeu de veículos comerciais, tendo a Alemanha como principal responsável por esta evolução.
A TRATON permanece líder no mercado brasileiro de caminhões. A retomada econômica na maior economia da América do Sul como o mercado isolado mais importante teve um impacto particularmente positivo nas vendas de veículos comerciais realizadas pela VWCO. As vendas no Brasil cresceram cerca de 31%, totalizando 9.230 veículos. Por outro lado, a aguda deterioração do clima econômico geral na Argentina causou uma redução considerável nas entregas. No total, as marcas venderam 10.400 caminhões na região da América do Sul, o que representa um aumento de cerca de 10% na comparação anual.
Em outras regiões do mundo, as vendas — especialmente na região do Oriente Médio — caíram cerca de 54% em comparação ao ano anterior, totalizando 910 caminhões. Esta situação se deve principalmente ao desenvolvimento econômico e à redução da demanda na Turquia.
FONTE: VW Caminhões e Ônibus 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário