Carga roubada no Estado do Rio de Janeiro é apreendida pela PRF na BR 101

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), recuperou na tarde desta terça-feira (07), no Km 367 da BR 101, em Anchieta/ES, veículos adulterados e carga roubada no Estado do Rio de Janeiro.
Agentes realizavam policiamento ostensivo ao longo da BR 101 Sul, quando verificaram movimentação suspeita entre ocupantes de dois veículos estacionados nas proximidades de uma borracharia, localizada em um pátio de posto de combustíveis, na altura do km 367.
No momento em que os veículos, de forma conjunta, deixaram as dependências do posto e acessaram a rodovia, foram abordados pelos agentes. Ao procederem à fiscalização, restou por constatado que a carga transportada (óleo de soja), não possuía a nota fiscal pertinente, bem como, que a combinação de veículos cavalo trator VW 25370 e semirreboque Schiffer, apresentavam sinais de adulteração de seus elementos identificadores.
Após averiguações e consultas aos sistemas policiais, verificou-se que um dos veículos, sendo o Fiat/Strada Working, fazia papel de “batedor” (escolta) da carreta e de sua carga, que teria como destino um posto de combustíveis no município de Cariacica, e que a carga transportada de óleo de soja, com cerca de 1500 caixas, seria produto de roubo ocorrido no  mês de abril na Rodovia Presidente Dutra, no município de Piraí/RJ.
Em conversa com a equipe, ambos ocupantes dos dois veículos alegaram não se conhecer. Os indivíduos do Fiat Strada, afirmaram terem sido contratados por um desconhecido na cidade do Rio de Janeiro, pela quantia de R$ 3.000.00 para acompanhar a carreta até o município de Cariacica/ES. Já o condutor da carreta, mudou a versão inicial e afirmou conhecer os ocupantes do Fiat Strada, sendo contratado por estes pela quantia de R$2.500.00 para dirigir o veículo até o Estado do Espírito Santo.
Os envolvidos, veículos e carga apreendida foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária de Guarapari/ES, para adoção das providências cabíveis.
FONTE: PRF 

Postar um comentário

0 Comentários