Bolsonaro suspende aumento de 5,7% no preço do óleo diesel anunciado pela Petrobras

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), determinou na noite desta quinta-feira, 11 de março, a suspensão do aumento no preço do óleo diesel anunciado pela Petrobras no início da tarde ontem (11). 
Com a decisão, o aumento de 5,7% previsto para entregar em vigor a 0h desta sexta-feira (12) em todas as refinarias do país, foi cancelado pela petroleira. Se colocado em prática o reajuste provocaria um aumento de cerca de R$ 0,12 por litro diesel, passando de R$ 2,1432 para R$ 2,2662. 
De acordo com a Petrobras, o cancelamento do reajuste foi decidido após a estatal observar que há margem para postergar o aumento do diesel por mais "alguns dias". "Em consonância com sua estratégia para os reajustes dos preços do diesel divulgada em 25/3/2019, revisitou sua posição de hedge e avaliou ao longo do dia, com o fechamento do mercado, que há margem para espaçar mais alguns dias o reajuste no diesel.", destacou a petroleira em comunicado oficial. 
Segundo o Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o óleo diesel é importante para os caminhoneiros e para o transporte o transporte de cargas, e um reajuste maior neste momento seria um solavanco na economia.
A decisão tomada por Bolsonaro nesta quinta-feira (11), vai de encontro com suas palavras na última semana, onde reconheceu a importância dos caminhoneiros brasileiros. "Esse é um governo que respeita e reconhece o trabalho de todos vocês", afirmou o Presidente em pronunciamento pelas redes sociais. 
Nova política de preços 
No fim do mês de março, a Petrobras anunciou uma mudança na política de preços. De acordo com a petroleira, a Diretoria Executiva aprovou uma alteração na periodicidade de reajustes nos preços do diesel, que passou a ser de pelo menos 15 dias. 
Entretanto, a definição dos preços do combustível segue sendo baseada nas cotações internacionais do barril de petróleo e nas oscilações do Dólar comercial. 
Apesar do novo prazo para reajustes, o preço do óleo diesel já ultrapassa a marca de 20 dias sem alteração. 

LEIA: Petrobras anuncia mudança na política de preços do óleo diesel 

Cartão Caminhoneiro 
Também no fim do mês de março, a Petrobras anunciou a criação de um cartão para viabilizar a compra de diesel por parte de caminhoneiros autônomos e transportadores de todo o país.
Batizado de "Cartão Caminhoneiro", a solução que está sendo desenvolvida pela subsidiária Petrobras Distribuidora S.A. (BR) permitirá que os transportadores recarreguem o cartão com determinado valor/litro de diesel, de acordo com preço vigente no dia, ou seja, de forma pré-paga. 

LEIA: Petrobras anuncia "cartão caminhoneiro" que permite a compra diesel com preço fixo
LEIA: Bolsonaro explica como funcionará o "Cartão Caminhoneiro"

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Eu osvaldo gostaria de leva currículo na empresa rodojunior e gostaria saber se posso leva nas minhas viagem namorada filhos da minha namorada. A empresa permitem

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.