Voltam a operar 38 pontos de radar de velocidade na BR-163/MS

A partir de zero hora do próximo dia 28/02, será retomada a operação em 38 pontos de radares ao longo da BR-163/MS. Os equipamentos pertenciam ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e haviam sido desativados em 2017.
Com a reativação, a rodovia passará a contar com 51 pontos de radar, somando-se os 13 pontos cuja operação iniciou-se em março do ano passado. As avaliações das imagens e as autuações serão realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Segundo Luiz Fernando De Donno, gestor de Atendimento da CCR MSVia, empresa responsável pela operação do sistema, as informações captadas pelos radares serão criptografadas e somente a autoridade policial poderá ter acesso a elas.
“As imagens captadas pelos radares serão repassadas diretamente à PRF, que se encarregará de analisar os registros e decidir sobre as autuações”, diz De Donno. “O montante referente às multas cobradas será recolhido ao Tesouro Nacional, sem qualquer participação da CCR MSVia, que está encarregada apenas da operação do sistema”.
O gestor destaca que o objetivo dos radares não é prejudicar as viagens dos usuários e sim garantir a segurança de quem trafega pela rodovia, fazendo respeitar os limites de velocidade.
“Os limites de velocidade foram estabelecidos a partir de estudos técnicos e visam garantir a segurança dos usuários e não aumentar receita”, destaca De Donno. “O radar é uma das ferramentas que temos para auxiliar na redução de acidentes, alertando ao motorista para que não exceda o limite de velocidade da via”.
Veja a localização dos 38 radares que começarão a operar na BR-163/MS e os locais dos 13 radares que já estavam operando desde março de 2018:
FONTE: Divulgação 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário