Scania inicia testes com caminhão híbrido em operações noturnas

Em parceria com a cidade de Estocolmo, HAVI, KTH, EU e McDonald's a Scania iniciou recentemente um estudo piloto com o uso de um caminhão híbrido para entregas noturnas na capital sueca. O projeto tem como principal objetivo reduzir os custos logísticos através de caminhões menos poluentes e mais silenciosos. 

Operado com uma combinação de eletricidade e combustível livre de fóssil (um tipo de biodiesel chamado HVO), que reduz drasticamente as emissões de partículas e dióxido de carbono, o Scania P 320 é responsável pelo abastecimento de seis restaurantes McDonald's na capital Sueca. 

Segundo a Scania, o modelo híbrido é capaz de operar por até 10 quilômetros no modo elétrico e de forma silenciosa. Além disso, a bateria pode ser carregada através de fontes externas ou via regeneração, o que significa que o movimento do caminhão é transformado em eletricidade cada vez que os freios são usados.


Já nas rotas mais longas, por exemplo entre a cidade e o armazém, o modelo opera por meio do motor a combustão que quando abastecido com HVO em até 90% as emissões de gases poluentes. Já a troca da motorização é feita de forma automática graças a presença do Scania Zone, software que por meio de cercas virtuais e geográficas identifica quando o modelo ingressa em áreas urbanas que demandam caminhões mais silenciosos e menos poluentes, especialmente no período noturno. 

"Este projeto é uma excelente oportunidade para demonstrar e avaliar as possibilidades que um caminhão híbrido conectado pode oferecer, com a tecnologia disponível para nós aqui e agora, podemos reduzir nossa dependência de combustíveis fósseis, destacou Jesper Brauer, Gerente de Produto da Urban Trucks. Scania.

TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

0 Comentários