A volta dos caminhões FNM? Designer projeta o futuro dos caminhões Alfa Romeo

Sucesso entre as décadas de 40 e 70, os icônicos caminhões FNM (Fábrica Nacional de Motores) deixaram sua marca na história do transporte rodoviário de cargas brasileiro. 
No período em que foram produzidos e comercializados no país, os modelos tiveram diferentes fornecedores, dentre eles a fabricante italiana Alfa Romeo que, na década de 50 era a principal inspiração dos modelos fabricados no Brasil. Já na década de 60, mais precisamente em 1968, a marca italiana adquiriu a fábrica e as operações da FNM no Brasil, figurando-se como uma das das primeiras privatizações do país e produzindo caminhões até meados de 1979.
Mas e hoje? Se a Alfa Romeo, conhecida pelos carros de luxo fabricados atualmente, voltasse a fabricar caminhões, como seriam? Caberia ainda uma nova derivação e ressurgimento dos modelos FNM? 
Infelizmente são perguntas que no momento não possuem respostas concretas, mas que podem alimentar a imaginação e a criatividade de entusiastas, transportadores e até designers, como aconteceu nesta semana na Coréia do Sul, mais precisamente na capital do país oriental, Seul. 
Inspirado no design único, exótico e luxuoso dos atuais carros produzidos pela Alfa Romeo, o coreano Taekang Lee, divulgou nesta semana uma série de imagens que projetam como seriam os caminhões da Alfa Romeo, caso a marca italiana voltasse a investir e a apostar no segmento de pesados. 
O grande destaque fica por conta do design futurístico que incorpora por toda a dianteira do modelo a icônica grade Scudetto dos modelos Alfa Romeo, além de detalhes nas grades inferiores e nos faróis que remetem ao Stelvio, SUV produzido pela marca italiana atualmente. 
Complementam o projeto, linhas arrendondadas e modernas que partem da dianteira do modelo e se prolongam por toda a lateral, incluindo os vidros laterais, para-lamas e que dão origem a um teto que à primeira vista demonstra-se extremamente aerodinâmico. A lateral do projeto é complementada ainda pelo icônico Quadrifoglio Verde (trevo de 4 folhas), o amuleto da sorte da Alfa Romeo. 
Apesar de ser apenas uma projeção, o modelo aguça bastante a criatividade e os sonhos de muitos, principalmente daqueles que são apaixonados por veículos, sejam eles carros, caminhões ou ambos. Confira abaixo mais detalhes do projeto e nos diga, o modelo teria espaço no atual mercado de caminhões brasileiro e europeu?
TEXTO: Lucas Duarte
FOTOS: Behance - Taekang Lee
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

19 comentários:

  1. coloca nele um bom motor acima de 500CV e nao tem como fracasar !!

    ResponderExcluir
  2. Ficou lindo o desenho,tem que ter um bom Motor,com uma grande transmissão.

    ResponderExcluir
  3. Que bom seria se a Alfa Romeu investisse nessa odeia, aquele que foi rei nunca perde a majestade.

    ResponderExcluir
  4. Tive um D11 e um 210 caminhão bom,comecei com ele

    ResponderExcluir
  5. Seria bom se fosse verdade, trabalhei einicei com o Fnm 55 D9.500 , e todos os Fnm,s D.11.000 e 180 e 210. , Tive dois Fnm um 59 e outro 63. !

    ResponderExcluir
  6. Um sonho ,talvez vire realidade um motor robusto e uma transmissão de dar inveja ai sim e o que os apaixonados por veículos pesados como eu espero mais este presente para os brasileiros FNM CONTE CONOSCO GRANDE ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  7. lindo demais tem que voltar mesmo

    ResponderExcluir
  8. Ficou muito bonito se colocar um motor Caterpillar e uma transmissão boa com opção de câmbio manual D+ !!

    ResponderExcluir
  9. Tomara que torne realidade bah.
    ImaImaginem FNM (ALFA ROMEU )

    ResponderExcluir
  10. A vouta será um grande susseço muito bom

    ResponderExcluir
  11. se por o motor Cummins nta855 com 535hp fica bom ou o kta19 com625hp

    ResponderExcluir
  12. Morreu feio, e vai voltar horrível.
    Ta mais pra um emblema com rodas do que pra um caminhão que pretende triunfar em um mercado altamente competitivo.
    Erram feio nesse designer....

    ResponderExcluir
  13. O comentário de cima parece algo , só pra desencorajar o projeto,
    que ficou um máximo só devem acertar a sincronia perfeita entre motor e transmissão a sugestão do Cummins NTA 855 c/ 535 Hp , show de bola...

    ResponderExcluir
  14. Maravilha , a fnm era sinônimo de força , aquelas alavancas de trocar marcha , mas velocidade nao era o forte dos cara chata

    ResponderExcluir
  15. Diferenciando cambio dos antigos,fica ótimo.

    ResponderExcluir