Setcepar abre 14 vagas para motoristas carreteiros

O Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Estado do Paraná (Setcepar) que reúne a categoria econômica das empresas de transportes de cargas em 265 cidades do estado, divulgou em seus canais de comunicação a abertura novas vagas para motoristas para motoristas carreteiros em Curitiba e região.  As informações foram divulgadas pela própria entidade nas redes sociais. 
Segundo as informações disponibilizadas pelo Sindicato, para concorrer a uma das vagas os candidatos devem atender os seguintes requisitos:  

Motorista carreteiro (10 vagas): Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria E com a observação de EAR (Exerce Atividade Remunerada), experiência comprovada na função, curso MOPP (Movimentação Operacional de Produtos Perigosos) atualizado e residir em Campo Largo, Paraná. 

Motorista carreteiro internacional (2 vagas): Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria E com a observação de EAR (Exerce Atividade Remunerada), experiência comprovada na função, experiência em viagens para a Argentina, Chile e Uruguai, curso MOPP (Movimentação Operacional de Produtos Perigosos) atualizado e residir em Curitiba, Paraná. 

Motorista carreteiro tanque (2 vagas): Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria E com a observação de EAR (Exerce Atividade Remunerada), experiência comprovada na função, curso MOPP (Movimentação Operacional de Produtos Perigosos) atualizado, NR-20, NR-35, disponbilidade para viagens de até 15 dias e residir em Araucária ou CIC, Paraná. 
Os candidatos que atendem os requisitos e que desejam participar do processo seletivo devem encaminhar o currículo para o Email: recrutamento@setcepar.com.br, com o nome da vaga no assunto ou entregar pessoalmente na sede da entidade no seguinte endereço: Rua Almirante Gonçalves, 1966, bairro Rebouças, Curitiba - PR. 
Atualmente o Setcepar é o principal representante do setor transporte rodoviário de cargas no Paraná, nas mais diversas atividades, tais como as negociações coletivas de trabalho, aproximação com autoridades e autarquias municipais, estaduais e federais, bem como com a imprensa (vídeo, jornal e televisão), além da articulação das questões técnicas, operacionais e mercadológicas do setor com seus associados.
TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

0 Comentários