O que fazer para reduzir tempo e custo na obtenção de uma AET - Autorização Especial de Trânsito?

Ainda que muitos avanços precisem ser feitos (alguns com urgência) os sistemas digitais de concessão de AET - Autorização Especial de Trânsito - evoluíram bastante nos últimos anos e, em muitos deles já é possível obter esse documento em até 24 horas.
O principal entrave na maioria dos órgãos, para que a AET possa ser concedida até no mesmo dia, é a compensação bancária.
Órgãos como os DERs de SP, MG, PR e GO só liberam a AET depois de verificada a compensação bancária do pagamento da taxa de expediente (taxa de AET)
Por enquanto, apenas no DNIT o pagamento da taxa não se constitui em um problema, já que o órgão permite que a mesma seja feita em até dez dias após a concessão da AET.
Nos processos que dependem de projeto técnico e ART, como os de CVCs, o tempo para a obtenção da AET, vai depender, também, do tempo que o engenheiro demorar para entregar o projeto e a respectiva ART.
Esse tempo varia de algumas horas (até uma hora na Central de AET,s) a, até 72 horas.
Dois outros fatores costumam ser decisivos. O tempo para a juntada dos documentos necessários e a acuracidade das informações prestadas pelo proprietário do(s) veículo(s).
Muitas empresas acabam negligenciando a guarda de documentos e informações essenciais para o requerimento de AETs, dentre eles cópias legíveis do CRLV e a tara correta de cada um dos veículos; CMT e Potência da unidade tratora; distância entre eixos, largura e comprimento da composição. Sem eles é impossível atingir toda a agilidade e precisão que o processo de obtenção de AET requer.
Faz toda diferença, também, a hora em que se dá início ao pedido da AET. É sempre bom que o pedido dê entrada no órgão, antes do meio dia, e que o pagamento da taxa seja feito até as 18 horas, para que possa ocorrer a compensação em tempo hábil e a AET possa ser expedida no dia seguinte, nos órgãos que adotam essa política.
É preciso lembrar que sem AET o veículo fica impedido de transitar e que trafegar sem AET implica em pesadas multas e perda da cobertura do seguro.
Mas não basta reduzir o tempo para obtenção da AET é importante também reduzir os custos com obtenção de AET.
Uma das melhores maneiras de fazer isso é buscar reduzir o número de AETs sem necessariamente reduzir a possibilidade de uso de toda a frota a disposição da empresa.

Como se faz isso?
Em primeiro lugar, relacionando, no pedido de AET, para cada cavalo trator, a maior quantidade autorizada de unidades tracionadas (reboques e semirreboques);
Em segundo lugar, relacionando no Laudo de Vistoria e na ART todos os veículos a disposição da empresa cabíveis e compatíveis com o Projeto Técnico, assim você reduzirá os custos com ART.

ARTIGO: João Batista Dominici - Editor do site Guia do TRC (www.guiadotrc.com.br), especializado em trânsito e transportes.
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário