Caio Induscar fornecerá 148 Mondego para renovação do sistema de ônibus no Chile

Cercada pela Cordilheira dos Andes, a cidade de Santiago, capital do Chile, é considerada um dos lugares mais encantadores e visitados da América Latina. Com o objetivo de renovar e ampliar o sistema de transporte da cidade, a empresa chilena Buses Vule adquiriu 148 unidades do Mondego, veículo de motor traseiro desenvolvido exclusivamente para o segmento urbano do mercado externo, da marca Caio.

Todos os veículos direcionados ao Chile, tradicional mercado dos produtos Caio, serão encarroçados sobre chassi Mercedes-Benz e contam com tecnologia Euro 6, que assegura uma grande redução na emissão de gases poluentes e ruído. 

Eles irão operar no sistema de transportes Transantiago que, com esta renovação na frota metropolitana, pretende contribuir ainda mais com a mobilidade das oito milhões de pessoas que vivem na cidade, oferecendo conforto e qualidade aos passageiros.

A expectativa é que até o final de 2018, aproximadamente 92 ônibus sejam entregues à capital Chilena e o restante, em 2019. Os veículos irão partir de Botucatu, no interior de São Paulo, rumo a Santiago, em uma viagem de, aproximadamente, 10 a 15 dias de duração.


Sobre o Mondego 
Todas unidades adquiridas possuem comprimento total de 12.505 mm e capacidade para transportar 30 passageiros sentados, incluindo assentos para pessoas com deficiência (PCD), mobilidade reduzida e idosos, com lotação de 97 passageiros. 

Totalmente acessível, o modelo também possui rampas para facilitar o acesso de pessoas com necessidades especiais e espaço para acomodar cadeira de rodas. Um dos diferenciais do ônibus é o guarda-corpo, para a fixação da cadeira de rodas, que também possui poltrona com assento escamoteável, que fica recuada, quando o espaço está sendo utilizado por um cadeirante. Se não houver cadeirante no ônibus, esta poltrona poderá ser utilizada como um assento a mais no veículo. 

Os veículos contam com estrutura leve e resistente, resultado de estudos e um projeto de aprimoramento, que levou cerca de dois anos de desenvolvimento, possibilitando uma maior quantidade de passageiros, de acordo com as normas do Chile. 

Outro diferencial do modelo, são os dois tetos, unidos por uma estrutura, diminuindo a altura interna e tornando o visual mais harmônico.

Com a intenção de unir tecnologia com baixo custo de manutenção, os veículos contam iluminação em LED nas partes internas e externas, que aumentam a luminosidade, e têm maior durabilidade. A iluminação interna leva mais conforto visual e aconchego aos passageiros, além de melhorar a visualização dos degraus do primeiro para o segundo piso do veículo, proporcionando mais segurança para quem transita dentro dele. 

Na parte externa, os itinerários eletrônicos melhoram o contato visual dos passageiros, possibilitando maior visualização das linhas e destinos que os veículos operam.

Todas as unidades contam com solicitação de parada sem fio, ar condicionado e tomadas USB, para recarga de smartphones e outros eletrônicos. Os modelos também possuem itens que trazem maior tecnologia como sistemas de gerenciamento de frota, monitoramento por câmeras e alto-falantes, para realizar a sonorização interna.

Prezando pela comodidade de todos, o modelo conta ainda com poltronas injetadas semi estofadas para os passageiros, além de barreira aos efeitos solares dos vidros na cor fumê, visando o conforto térmico. Para os motoristas, oferece poltrona com encosto alto e com sistema de amortecimento pneumático, com regulagem de altura por meio de botão no painel. 

Os carros também são equipados com portas tipo fole, com acionamento eletropneumático, sistema ante esmagamento e bloqueadores de porta original do chassi, os quais evitam abertura inesperada durante o trajeto, conferindo maior segurança aos passageiros.

Há mais 72 anos, a Caio Induscar investe no desenvolvimento de produtos de excelência, com a intenção de colaborar com Sistema de Transporte Público e atender com qualidade, tecnologia e inovação, às necessidades dos clientes de diversos países.
FONTE: Caio Induscar 

Postar um comentário

0 Comentários