TRATON permanece no caminho de crescimento durante os nove primeiros meses de 2018

A TRATON AG atingiu um aumento expressivo na entrega de veículos comerciais nos primeiros três trimestres de 2018. Entre janeiro e setembro, o Grupo entregou cerca de 15% mais veículos do que no mesmo período do ano anterior. A soma total foi de 166.330 caminhões e ônibus das marcas MAN Truck & Bus, Scania e Volkswagen Caminhões e Ônibus. “Toda a nossa equipe fez um excelente trabalho nos primeiros nove meses”, diz Andreas Renschler, CEO da TRATON AG e membro da Diretoria da Volkswagen AG. “No entanto, o desempenho em vendas fortíssimo alcançado no primeiro semestre caiu um pouco no terceiro trimestre”.
Todas as três marcas contribuíram para esse desenvolvimento. O número de veículos entregues aos clientes pela MAN Truck & Bus aumentou em 15%, com 72.040 unidades. O número de caminhões e ônibus vendidos pela Scania subiu para 68.640 veículos, cerca de 7% a mais que no ano anterior. Impulsionada pela melhora na economia brasileira, a demanda de veículos da Volkswagen Caminhões e Ônibus observou um aumento expressivo de aproximadamente 43%, totalizando 27.360 unidades. No total, a TRATON vendeu 145.070 caminhões (+12%) e 16.390 ônibus (+22%).

Crescimento no mercado de caminhões em quase todas as regiões
O desempenho econômico cada vez mais positivo em quase todos os mercados mais importantes do mundo impulsionaram os negócios nos primeiros nove meses.
Com uma participação de quase 31% no mercado durante os primeiros nove meses de 2018, a TRATON segue líder no mercado da região UE28+2 (União Europeia, Noruega e Suíça). Aproveitando a continuidade do bom desempenho do mercado europeu de veículos comerciais, o Grupo entregou 83.030 caminhões, o que representa um aumento de aproximadamente 9% em relação ao ano anterior.
Na América do Sul, as marcas venderam 29.630 caminhões, aumentando o número de veículos entregues em cerca de 40% em comparação ao mesmo período no ano anterior. O crescimento foi especialmente beneficiado pelo aumento da demanda brasileira, seguindo a contínua recuperação econômica do país. A TRATON permanece líder absoluta no mercado brasileiro de caminhões, respondendo por cerca de 40%.
Como resultado de uma recuperação sustentada da economia russa, o número de veículos entregues aos clientes no país aumentou expressivamente, em cerca de 17%, para 8.000 unidades.
Na região Ásia-Pacífico, devido a fatores como uma menor demanda da China, o número de veículos vendidos caiu cerca de 6% em relação a 2017, totalizando 10.530 caminhões.  
Na África, o número de unidades vendidas ficou estabilizado no nível do ano anterior, em 5.320 caminhões.
Na região do Oriente Médio, foram vendidos 5.220 caminhões, o que representa uma queda de 10%.

Parcerias inteligentes impulsionam a presença regional e a digitalização
A TRATON também expandiu sua presença na Ásia firmando parcerias: o grupo fez um acordo com a Sinotruk, para estabelecer uma joint venture para o desenvolvimento de um caminhão MAN pesado para o mercado chinês. Já com a japonesa Hino Motors, a TRATON vai cooperar futuramente nos campos de compras e e-mobilidade. Além disso, a TRATON iniciou uma parceria com a Solera, especialista em softwares norte-americana, para o desenvolvimento de soluções conjuntas, como gerenciamento de frotas, serviços para os motoristas e soluções digitais em vendas. “Os serviços digitais estão entre as chaves para o crescimento no futuro”, diz Andreas Renschler. “Nós já ocupamos uma posição de destaque no ambiente digital, e continuaremos neste caminho de forma consistente – usando nossos próprios recursos e os dos nossos parceiros”.
Soluções e projetos inovadores focados em formas alternativas de direção e soluções digitais também moldaram nossas outras atividades no último trimestre.
MAN lança projeto inovador para a direção autônoma
Na IAA, a MAN foi uma das primeiras fabricantes a apresentar soluções 100% elétricas para toda a gama da logística urbana para caminhões de 3 a 26 toneladas. Destaque: o MAN CitE, um caminhão elétrico. O veículo de 15 toneladas para distribuição em ambientes urbanos foi desenvolvido dentro do tempo recorde de 18 meses. E o eTGM, primeiro caminhão elétrico da MAN, já está rodando, com nove diferentes clientes submetendo os veículos aos mais rigorosos testes. A MAN também adicionou CNG e variáveis elétricas à sua família de ônibus municipais.
Um projeto de direção autônoma foi lançado no início de outubro: a MAN Truck & Bus e Hamburger Hafen und Logistik AG se juntaram para testar, na estrada A7, caminhões cuja direção será 100% autônoma, e que serão carregados e descarregados automaticamente no porto. Os testes estão previstos para começar já no início de 2019 na MAN, em Munique, e a partir da metade de 2020 na estrada A7.

Scania sai na frente com sistemas de direção alternativa – sucesso no projeto platooning com a MAN
Na IAA em Hannover, a Scania apresentou uma solução digital na qual o planejador de rotas considera as zonas que apresentam restrições de circulação – por exemplo, áreas sujeitas a restrições específicas de emissões, ruído ou velocidade.
Na feira, a empresa expôs exclusivamente veículos cujos trens de força foram projetados para combustíveis renováveis e soluções alternativas - incluindo o primeiro ônibus no mundo movido a GNL (gás natural liquefeito), um caminhão híbrido plug-in e ônibus urbanos 100% elétricos.  
A estreita colaboração entre as marcas da TRATON continuam a render frutos: em Hannover, Scania e MAN revelaram os resultados de seu desenvolvimento conjunto, que consiste em um platoon composto pelas duas marcas – ou seja, um comboio de veículos de marcas diferentes. O platooning reduz o consumo de combustível e as emissões de CO2 – e, ao mesmo tempo, aumenta expressivamente a segurança. Além disso, o platooning geralmente é considerado a primeira etapa da direção autônoma.

Volkswagen Caminhões e Ônibus deixa o Brasil elétrico
No último trimestre, a Volkswagen Caminhões e Ônibus anunciou um acordo de intenção de compra para a maior entrega de caminhões elétricos do mundo até agora. A empresa deve fornecer um total de 1.600 caminhões elétricos para a frota à serviço da Ambev até 2023. Como resultado, cerca de 35% dessa frota circulará livre de emissões, deixando de emitir mais de 30.000 toneladas de CO2 por ano. O primeiro caminhão a integrar essa frota é o VW e-Delivery, que deve chegar às ruas no fim deste ano, entrando na primeira fase de testes. É o primeiro caminhão leve 100% elétrico na América Latina.

RIO se expande com novos serviços e parceiros
Como um ecossistema de logística aberto com base em nuvem, o RIO oferece serviços digitais independentes para a rede de fornecimento global, e a sua base para uma grande expansão no futuro está pronta: seguindo o caminho da MAN, a VW Caminhões e Ônibus também vai começar a usar a RIO Box a partir de 2019 como equipamento padrão nos novos caminhões para transferir dados entre os caminhões e a nuvem. Como ecossistema aberto, o RIO conta com cada vez mais novos parceiros – incluindo, mais recentemente, a MAN Digital Services os Serviços Digitais da MAN e ofertas da VDO e Wabco. No total, o RIO é usado por mais de 2.700 operadores de frota, e 450.000 veículos do Grupo TRATON já fazem parte de uma rede global.
FONTE: MAN Latin América 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário