Transportadoras norte-americanas elevam salários em até 18% para atrair novos motoristas

Com o objetivo de combater a crescente e preocupante escassez de caminhoneiros no mercado norte-americano, transportadoras tem garantindo aumentos de salário que chegam a 18%. A crescente remuneração é confirmada em um levantamento recente da American Trucking Associations (ATA).
Batizado de "Estudo de Compensação de Motoristas", o levantamento que ouviu mais de 100.000 motoristas mostra que a remuneração de motoristas subiu à medida que a demanda crescente por serviços de transporte de carga aumentou a concorrência por estes profissionais cada vez mais escassos.
"Esta última pesquisa, que inclui dados de mais de 100.000 motoristas, mostra que as frotas estão reagindo a um mercado cada vez mais apertado para os motoristas, aumentando o pagamento, melhorando os pacotes de benefícios e oferecendo outros incentivos para recrutar e reter condutores seguros e experientes", diz o economista e diretor da ATA, Bob Costello.
De acordo com o levantamento, o salário médio anual de motoristas que trabalham em rotas ultrapassou US $ 53.000, um aumento de US $ 7.000 ou 15% em relação ao último levantamento salarial feito pela entidade em 2013. Há casos ainda que motoristas viram um crescimento salarial de 18%, passando de US $ 73.000 para mais de US $ 86.000 anualmente. 
"Nossa pesquisa mostra que as transportadoras estão oferecendo milhares de dólares em bônus para atrair novos motoristas", destaca Costello. “E uma vez que os motoristas estão na porta, as frotas estão oferecendo benefícios como licença remunerada e seguro de saúde para mantê-los, completa. 
"Esses dados demonstram que as frotas estão reagindo às preocupações sobre a escassez de motoristas, aumentando o salário e trabalhando para tornar a profissão mais atraente", releva. "Espero que essa tendência continue à medida que a demanda por serviços de transporte aumenta à medida que nossa economia cresce", conclui o executivo. 
Atualmente, os caminhões são responsáveis pelo transporte de 70% de toda a tonelagem movimentada nos Estados Unidos. Estima-se que a falta de profissionais pode chegar à 174.000 até 2026, segundo os dados recentes da American Trucking Associations (ATA).

LEIA: Falta de motoristas pode chegar à 174 mil nos Estados Unidos até 2026

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

6 comentários:

  1. E TAMBEM ESTA LONGE DE DAREM CHANCE PARA MOTORISTAS BRASILEIROS, E MUITA BUROCRACIA MESMOOOOOOOOOOO,,,,

    ResponderExcluir
  2. NO MINIMO FALAR 3 IDIOMAS!AQUI O IDIOMA QUE O MOTORISTA SABE FALAR E PALAVRÃO!!!

    ResponderExcluir
  3. Passa meu contato para as transportadoras. Aí da levo mais uns 30 aqui.

    ResponderExcluir
  4. Alguma empresa pra fazer uma consultoria pra seleção de motorista aqui no Brasil quiser tem muitos profissionais capacitados ex:eu tenho muito enterese

    ResponderExcluir