Scania retoma produção de caminhões em dois turnos

Nesta semana, durante o 67º Salão Internacional de Veículos Comerciais – IAA 2018, o presidente da Scania na América Latina, Christopher Podgorski, confirmou a retomada da produção de caminhões em dois turnos na fábrica da montadora em São Bernardo do Campo, São Paulo.
De acordo com a montadora, os dois turnos de produção abrangem à montagem final dos caminhoneiros. Já as linhas de usinagem e cabine operam em até três turnos dependendo da sazonalidade. O ritmo positivo e crescente de produção em mais de um turno foi registrado pela última vez em 2013. Desde então a montadora vinha operando com apenas um turno no país. 
Segundo o executivo da marca, a retomada da produção reforça a continuidade do programa de investimentos da montadora no país, que prevê um aporte de R$ 2,6 bilhões no Brasil entre 2016 e 2020 no desenvolvimento de produtos e na rede de distribuição. Até o momento já foram investidos R$ 1,5 bilhão do total, restando R$ 1,1 bilhão que serão aplicados nos próximos dois anos. 
Questionado sobre os impactos que o resultado da eleição presidencial pode provocar, Podgorski garantiu que os investimentos não serão prejudicados. "Com o que já temos programados, não vejo a possibilidade de postergar ou cancelar aportes", destacou. 
Atualmente 70% da produção da Scania no Brasil é destinada ao mercado externo, apensar da retomada do crescimento do mercado interno. Este número expressivo é justificado pelos processos globais de produção e logística adotados pela marca, ou seja, os caminhões que são produzidos na Europa são iguais aos que são montados na planta de São Bernardo do Campo. 
A previsão da marca é de encerrar o ano com um total de 27 mil unidades produzidas no Brasil, das quais 30% destinadas ao mercado interno, 35% a América Latina e mais 35% para outras regiões do mundo, especialmente ao mercado Russo, que vem sendo o principal destaque da montadora na Eurásia e deverá receber cerca de 5,6 mil caminhões até o fim de 2018. 

TEXTO: Lucas Duarte

Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário